Atualizações anteriores



Venezuela terá aumento de 15% no salário mínimo


A crise no Brasil parece não ter fim, motivada, principalmente, pelos aumentos dos impostos e da inflação; mas quem parece estar sofrendo poucas interferências da crise brasileira é a Venezuela, que anunciou, a partir da última segunda-feira, dia 2 de fevereiro, um aumento de 15% no salário mínimo; o intuito é a proteção dos rendimentos da família trabalhadora na luta econômica, de acordo com o presidente venezuelano Nicolás Maduro.

O reajuste foi decretado em mensagem anual ao país feita na Assembleia Nacional nos meados de janeiro; outra medida em favor dos trabalhadores venezuelanos foi a implantação de um Bônus-Saúde destinado aos pensionistas, o qual será depositado na conta do cartão de pagamento mensal.

Ao que mais interessa, os valores reais do novo salário mínimo na Venezuela é o seguintes: 5.622 bolívares, o equivalente a 892 dólares, o que gira em torno de R$ 2.433,00, tendo-se em conta o valor atual do dólar de R$ 2,728. Com esse valor, a Venezuela aumenta ainda mais a diferença de valores dos salários mínimos em relação aos países da América Latina.

De acordo com pesquisa feita pelo "Gallup", a Venezuela está entre os dez países onde a população vive mais feliz, ou seja, a autoestima do povo venezuelano anda a todo vapor, o que contribui para que a economia cresça ainda mais, tornando-se exemplo para países como Argentina, Brasil e México.

Conforme aponta o Ministro do Trabalho e da Seguridade Social da Venezuela, Jesús Martínez, a revolução que houve no país faz com que já há 15 anos o desenvolvimento aconteça de forma progressiva e justa. Com uma média de aumentos no salário mínimo assustadora, o governo venezuelano aumentou, nos últimos 15 anos, 29 vezes o ganho da população.

Observado o ano de 2014, o salário mínimo integral na Venezuela registrou um incremento de 62,28% como parte da tática do executivo para proteger a população do contrabando e das sequelas da especulação, segundo aponta Nicolás Maduro.

Por Vinícius Cunha

Sal?rio m?nimo da Venezuela

Foto: Divulgação