Destaque em Trabalho

Atualizações anteriores



Reforma Trabalhista proposta pelo Governo


O Texto da proposta do Governo apresenta cerca de 12 pontos relevantes. A aprovação, ou não, da proposta deverá acontecer no mês de fevereiro.

Em 2016 o Governo Federal anunciou algumas propostas para a realização de uma Reforma Trabalhista. O Texto que apresenta cerca de 12 pontos relevantes, será enviado para o Congresso através de um projeto de lei para assim ser tramitado em caráter de urgência. A aprovação só deve acontecer no próximo mês de fevereiro, quando os congressistas devem voltar do recesso de fim de ano.

Conheça algumas das propostas a serem discutidas e se aprovadas passarão a ser leis:

– Um dos pontos mais fortes dessa nova proposta se deve ao fato que acordos entre empregadores e seus colaboradores podem ser feitos e terão peso de lei;

– As férias poderão ser parceladas em três vezes, contanto que haja o mínimo de duas semanas seguidas de trabalho entre as férias;

– A jornada de trabalho de 44 horas semanais será mantida, porém o empregado pode fazer o total de 4 horas extras semanais. Mas nunca passar desse limite. Nesse ponto, pode ocorrer um acordo em relação a jornada de trabalho, mas o trabalhador precisa trabalhar 220 horas mensais, nunca menos que isso;

– Para o caso em que haja contrato por serviço temporário, eles com a reforma poderão passar de 90 dias, para 120 dias de trabalho. Dessa forma, os trabalhadores do regime temporário terão os mesmos direitos que os demais trabalhadores que são regidos pela CLT;

– Os trabalhadores terão o direito na participação dos lucros das empresas, porém isso deve estar acordado entre as partes;

– Pode ser considerado como parte da jornada de horas de trabalho, o tempo em que o profissional gasta no deslocamento para seu local de trabalho;

– As empresas terão que estabelecer planos de carreiras / cargos e salários;

– Os trabalhadores poderão ser remunerados conforme sua produtividade na empresa em exercem suas atividades trabalhistas;

– A adoção do Programa-emprego.

Enfim, a proposta de Novas Leis Trabalhistas, desde o seu anuncio têm gerado muita discussão entre trabalhadores e empregadores. Mas com a sua aprovação e validação pelo Congresso o governo acredita que será uma forma de proporcionar aos trabalhadores brasileiros uma melhoria que deve resultar em uma qualidade de vida melhor para os trabalhadores e assim toda a população brasileira.

Dessa forma, só nos resta aguardar o mês de fevereiro que será determinante para essa aprovação.

Por Sirlene Montes



Dicas para recuperar a energia após um dia de trabalho


Um problema enfrentado por milhões e milhões de pessoas em todo o mundo é quanto ao estresse, cansaço entre outros problemas logo após o seu expediente de trabalho. Isso mesmo, saiba que este é um problema bastante comum e recorrente em pessoas de todas as idades, sejam aqueles mais experientes e até mesmo nos mais jovens que apenas estão iniciando suas atividades profissionais.

Vale ressaltar que os problemas de estresse, sobrecarga, cansaço, desmotivação entre outros podem atrapalhar bastante a sua vida social e profissional. Com muito desânimo, cansaço e bastante estressado você não irá conseguir manter um bom relacionamento com seus amigos, parentes e colegas de profissão, bem como não irá conseguir desempenhar suas funções de maneira regular, ocasionando até mesmo uma demissão.

Se você está sofrendo com os problemas citados acima é importante saber que atividades simples podem fazer com que você supere esta atual fase. Na continuação desta matéria é possível conferir algumas dicas que vão o auxiliar contra tais problemas.

Uma dica extremamente simples, porém, irá trazer resultados ótimos é justamente não fazer nada. É isso mesmo, ao chegar do trabalho procure deitar-se seja no sofá ou na cama e mantenha a mente limpa e tranquila, nada de pensar em coisas que irão sobrecarregar sua mente. Essa dica e muito boa principalmente para aqueles que não atuam na área profissional que tanto desejavam e acabam se estressando por estarem trabalhando em algo totalmente diferente.

Além de fazer nada, se você se identifica com algum esporte ou um simples exercício físico procure praticá-lo. A prática de exercícios faz com que se aliviem as tensões e o estresse. Uma ducha quente também é altamente indicada após chegar de seu expediente, água morna ajuda a relaxar os músculos.

Outra dica que funciona bastante é realizar simples tarefas que você gosta como, por exemplo, assistir filmes, ler livros, ouvir as músicas favoritas, passear em um lugar com bastante natureza ou qualquer outra atividade, tudo isso irá fazer com seu cérebro de mantenha longe do estresse ocasionado pelo trabalho.

Por Bruno Henrique



Prefeito e vereadores de Belo Horizonte tem aumento salarial


Neste último sábado, dia 29 de dezembro de 2012, foi publicado no Diário Oficial de Belo Horizonte o aumento dos salários para prefeito, vice-prefeito e vereadores da cidade que tem início de sua validade a partir do dia 01 de janeiro de 2013.

De acordo com a publicação o salário do prefeito foi aumentado em 23% indo para R$23.430,00 mensais, o dos vereadores cresceu 34% chegando a R$12.459,00 enquanto os recebimentos dos secretários municipais e do vice-prefeito tem como novo valor R$15.689,00.

O reajuste concedido repôs, de forma integral, a inflação no período de 2009 a 2012 no qual os políticos em questão ficaram sem aumentos.

No entanto, este impressionante aumento pode ainda ser questionado pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais o qual tem o entendimento de que aumentos de salários para agentes públicos não devem ser realizados depois de eleições.

Ao ser questionado sobre o assunto, o prefeito de Belo Horizonte não quis se pronunciar sobre a questão.

Por Ana Camila Neves Morais



Tecnologias auxiliam no trabalho mas podem prejudicar saúde


As novas tecnologias são criadas a todo o momento ao redor do mundo e auxiliam não apenas no lazer, mas também no trabalho.

No entanto, segundo pesquisa conduzida pela empresa Kelly Global Workforce Index (KGWI) o uso destas inovações pode ser prejudicial à saúde das pessoas.

O estudo divulgado analisou cerca de 17.000 pessoas em 30 países sobre o risco do uso de tecnologias móveis e o seu impacto na produção além da relação entre o trabalho e a vida pessoal.

Os resultados mostraram que para 57% dos entrevistados a conexão permanente aumentou a capacidade de produção no trabalho bem como melhorou o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal.

Já para aproximadamente 27% dos abordados pela pesquisa se sentem pressionados a estar sempre online mesmo em casa e nos momentos de descanso.

Por isso, as novas gerações possuem mais pressão que gera um nível elevado de cansaço e estresse pela necessidade contínua de atualização e de resposta rápida às demandas do trabalho.

Por Ana Camila Neves Morais



Arezzo é absolvida em processo trabalhista


A 8ª Turma do TST resolveu absolver a empresa Arezzo em processo trabalhista que envolvia a Calçados Siboney Ltda.

Segundo o tribunal especializado, a Arezzo não tem obrigação de pagar os débitos trabalhistas para uma funcionária da calçados Siboney que prestava serviços terceirizados à primeira empresa.

Apesar disso, o TRT do Rio Grande do Sul considerou que a Arezzo será totalmente responsável se a Calçados Siboney não pagar os direitos devidos para a trabalhadora.

Ainda segundo a avaliação judicial a relação de contratos terceirizados entre as duas empresas não permite considerar a Arezzo responsável pelas obrigações da outra empresa.

Por Ana Camila Neves Morais



Cresce número de jovens fora do trabalho e da escola


Há um bom tempo os homens deixaram de ser considerados os únicos responsáveis pelo sustento e manutenção das famílias e, na atualidade, esta acomodação está chegando a uma situação extrema.

Isto ocorre porque, segundo pesquisa realizada pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), a quantidade de homens jovens que não trabalham nem estudam está cada dia maior no Brasil chegando, em 2010, a cerca de 1,107 milhões de pessoas.

E, ao contrário, as mulheres jovens estão cada vez mais realizando atividades de trabalho e estudo que, muitas vezes, são acumuladas.

Esta população que não realiza nem atividades laborais nem de estudo recebem apoio de suas família e residem em casas de baixa renda.

Por Ana Camila Neves Morais



OIT indica aumento de salário acima da média mundial no Brasil


A Organização Internacional do Trabalho divulgou em dezembro de 2012 o resultado e um estudo realizado sobre os salários em todo o mundo.

Segundo o órgão trabalhista os salários no Brasil tiveram um crescimento em 2011 duas vezes maior do que a média praticada no mundo como um todo.

De forma mais específica, o aumento verificado no Brasil foi de 2,7% enquanto no restante do globo este valor foi de apenas 1,2% maior do que no ano anterior.

Com estes dados, a OIT analisou que a crise econômica teve um impacto importante nos salários da população, mas com grandes discrepâncias como uma redução de 0,5% nos países desenvolvidos enquanto na Ásia e América Latina ocorreram aumentos no valor dos salários concedidos.

Além disso, o relatório sobre os salários mundiais ressalta a influência do Brasil para a obtenção de indicadores positivos na América Latina como um todo.

Por Ana Camila Neves Morais



Trabalho em final de semana dificulta contratos em supermercados


A busca por um emprego é incessante para muitas pessoas, no entanto, segundo pesquisa da Apas (Associação Paulista de Supermercados) o grande problema para obter funcionários em supermercados reside no fato da exigência para trabalhar nos finais de semana.

Aproximadamente 73,1% dos entrevistados disseram que não querem trabalhar nestes dias.

Outra causa de fuga dos trabalhadores do ramo de supermercados está na falta de qualificação e falta de experiência

Para tentar resolver estas questões, muitos supermercados optam por recrutamentos internos e treinamentos para seus funcionários além de diminuir as exigências de qualificação na hora da seleção.

Fonte: Infomoney

Por Ana Camila Neves Morais



Santander entra em acordo sobre funcionários demitidos


Nesta terça-feira, dia 18 de dezembro de 2013, houve um entendimento entre os Sindicatos de Bancários de São Paulo e o Banco Santander.

A pendência surgiu em decorrência de aproximadamente 447 demissões de funcionários do banco no estado de São Paulo. Em decorrência disso, o Sindicato entrou com ação no TRT para tentar impedir os desligamentos e teve a sua solicitação acatada pela justiça trabalhista.

E agora as duas entidades chegam a um acordo para reintegrar ou indenizar os funcionários demitidos no mês passado bem como a revisão de casos de pacientes com doenças graves e prestes a se aposentar.

Fonte: Infomoney

Por Ana Camila Neves Morais



Brasil possui crianças entre 10 e 13 anos trabalhando


O IBGE divulgou mais um tipo de dado relacionado ao Censo Demográfico 2010 e desta vez o assunto foi com relação ao trabalho infantil.

Segundo a pesquisa realiza pelo instituto o Brasil possui 5% das crianças com idade entre 10 e 13 anos no mercado de trabalho tanto na zona urbana quanto na zona rural; sendo que ao estratificar esta informação são alcançados 13,6% de crianças trabalhando no campo enquanto apenas 3,3% realizam este tipo de atividade nas cidades.

Ao considerar a legislação é terminantemente proibido no Brasil o trabalho para crianças menores de 17 anos com atividades árduas e contínuas que prejudicam o seu aprendizado e desenvolvimento na escola.

Ao separar este dado por sexo é possível perceber uma maior predominância entre os meninos que estão ocupados em 53,45 das situações enquanto que as meninas trabalham em apenas 35,1% dos casos analisados.

Por Ana Camila Neves Morais



Foto no perfil do LinkedIn ajuda a conseguir emprego


Nesta semana foi divulgada o resultado de uma pesquisa nos Estados Unidos bem interessante.

Segundo o estudo feito pela Universidade Ramapo em Nova Jersey a foto presente no perfil da rede social LinkedIn pode aumentar as possibilidades de obter um trabalho.

De acordo com a pesquisa no momento da contratação o tipo de foto presente no perfil do profissional indica maior dedicação ao trabalho e aqueles que não colocam a sua imagem na rede indica que quer esconder alguma coisa.

Por Ana Camila Neves Morais



Vagas de emprego em 2011 chegarão a 1,7 milhão


A economia em atual ambiente de desaceleração em função de medidas adotadas pelo Banco Central (BC) deve empurrar a criação de empregos para baixo. Estudo apregoado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estima 1,7 milhão de vagas para este ano, aproximadamente 800 mil a menos em relação aos dados de 2010.

O levantamento pondera que deve ocorrer escassez de mão de obra qualificada ao longo de 2011. Mesmo assim, Marcio Pochmann, presidente do instituto, prevê que isso pode não acontecer de maneira generalizada, apenas em alguns setores pontuais. Como é possível presumir, figura entre as principais justificativas a projeção mais amena de expansão para o Produto Interno Bruto (PIB), no patamar de 4% a 5%.

Pochmann acredita que o excedente da mão de obra será perceptível entre as pessoas sem experiência ou qualificação. Por outro lado, cerca de 1 milhão de profissionais com aptidões para exercer determinadas funções devem ficar afastados do mercado de trabalho.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Ipea registra aumento do emprego formal no país


Os dados do emprego de 2010 foram relativamente importantes à ascensão da economia brasileira. No período, o Ministério de Trabalho e Emprego registrou 2,5 milhões de vagas com carteira de trabalho assinada. Embora positivos, os índices não devem se sustentar pelos próximos anos, a não ser quando o país receber a Copa do Mundo de 2014, que de modo temporário até pode apresentar contratações efetivas.

Estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que de 2001 a 2009 o percentual de trabalhadores formalizados no mercado de trabalho subiu de 37,9% para 44,2%, dados que incluem empregados com registro em carteira de trabalho e funcionários públicos estatutários.

Apesar dessa informação, o estudo revela que boa parte da população brasileira economicamente ativa permanece na informalidade. De acordo com Sandro Sacchet, técnico de planejamento e pesquisa do Ipea, enquanto o incremento da formalização foi motivada, sobretudo, pelo nível mais elevado de geração de vagas formais, o crescimento do emprego informal até ocorreu em bom ritmo, porém, com baixa criação de oportunidades.

Distribuído por regiões, o levantamento aponta que a região Nordeste contraiu maior número de trabalhadores formais entre 2001 e 2009, com alta de 27,4%. O Norte brasileiro também registrou índice louvável, de 24,6%.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Pesquisa revela intenção de contratação dos empresários


O cenário econômico do Brasil tem possibilitado novos voos a empresários e trabalhadores. No ano passado, por exemplo, mais de 2,5 milhões de vagas de emprego foram criadas, correspondendo, portanto, às perspectivas de Carlos Lupi, ministro do Trabalho e Emprego, e Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente do país.

Os números de 2010 podem se repetir em 2011, mas, por enquanto, sem quaisquer projeções asseguradas. No entanto, estudo desenvolvido pela consultoria PwC revela que 68% dos executivos-chefes brasileiros sondados no levantamento admitem a intenção de contratar trabalhadores nos próximos meses.

Na concepção de Olavo Henrique Furtado, coordenador de pós-graduação e MBA da Trevisan Escola de Negócios, essa perspectiva é fruto do atual momento da economia brasileira, superior, inclusive, à visualizada nas nações desenvolvidas. Para ele, 2011 consolidará os planos político e econômico, embora o trabalho não venha a ser fácil.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Maxpress



Falta de mão-de-obra qualificada preocupa empresas


O progresso do país depende, basicamente, da formação continuada dos trabalhadores, dos investimentos maciços por parte das empresas e da melhoria das condições infraestruturais em todos os estados brasileiros. O número de empregos ao final de 2010 foi recorde, segundo dados do Ministério do Trabalho e Emprego, mas mesmo assim insuficientes para barrar uma constatação: falta de mão-de-obra qualificada.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o número das indústrias do país que reportaram essa problemática chegou a 30,2% nos três últimos meses do ano passado, superior, portanto, ao índice de 26,5% constatado no trimestre anterior.

A CNI revela ser essa característica a terceira mais citada pelas empresas como grandes problemas. Somente carga tributária, mencionada por 62,7% das indústrias, e competição exasperada, com 40,3%, ficaram à frente da falta de qualificação.

Embora existam problemáticas na atualidade, as empresas indicam a possibilidade de contratarem novas pessoas nos próximos seis meses.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: CNI



Setor de Serviços ofereceu 551 mil vagas de emprego em 2010


Uma estatística em relação ao setor de serviços reforçou com satisfação que este é o setor que mais vem empregando trabalhadores no país. Ao todo foram abertas e ocupadas 61,1 mil vagas de trabalho.

A fonte é o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados ou CAGED, como é conhecido dos contadores e administradores. Os dados são quentíssimos e foram divulgados hoje.

Das 180 mil vagas de emprego no país somente no mês de julho, um terço foi criada por este setor, que nos meses de janeiro, fevereiro, março, abril, maio e junho já era destaque no mercado de trabalho. Em sua totalidade o setor de serviços contratou 551 mil pessoas somente até julho de 2010. 



A Conferência Brasileira de Relações de Emprego e Trabalho abordará temas estratégicos


Conquistar um novo ou primeiro emprego sempre é motivo de festa às pessoas que se saíram bem nas entrevistas ou que por ventura foram indicados e bem recebidos pelos patrões. O caminho, muito mais fácil do ponto de vista teórico, engloba diversos pontos, tais como dinâmica de grupos, conversa tête-à-tête com o empregador, provas escritas e orais, bem como outros.

Após a contratação, o empregado acredita que tudo correrá bem, mas nem sempre isso funciona de tal maneira. No objetivo de elucidar algumas questões para dar maior suporte à população, o Instituto Brasileiro de Relações do Emprego e Trabalho (IBRET) promoverá, nos dias 24 e 25 deste mês, a Conferência Brasileira de Relações de Emprego e Trabalho.

O Canal Executivo UOL, um dos meios intencionados em divulgar oportunidades e eventos relacionados ao mundo do trabalho, relaciona que os principais assuntos abrangidos durante o evento são o ambiente, condições de trabalho e o contrato, focados, pois, a profissionais, empresários, advogados da área trabalhista, pesquisadores, entre outros.

Para fazer parte do acontecimento, que tem as vagas são limitadas, o intencionado deve acessar este link e efetuar o pagamento de R$ 50 (estudantes) ou R$ 350 (associados do instituto). O endereço estabelecido para a conferência é Avenida Professor Luciano Gualberto, 908 – Cidade Universitária (São Paulo).

Por Luiz Felipe T. Erdei



Ponto Eletrônico – Ministério do Trabalho determina novas Regras


As novas regras para o ponto eletrônico estabelecidas pelo Ministério do Trabalho começam a valer a partir do próximo dia 21 de agosto para empresas com mais de dez funcionários, e estão gerando polêmica em sua implantação.

Dentre as novas medidas, haverá impressão do comprovante a cada registro, gerando uma série de papéis que ficarão guardados durante cinco anos, que é o tempo permitido para reclamações junto à Justiça do Trabalho. Este é um dos pontos de maior discussão por parte dos sindicatos. Além disso, a tinta deverá permanecer no papel durante estes cinco anos em que poderá ser guardada, conforme estabelecido pelo ministério.

O novo sistema deverá ser inviolável e não deve permitir que informações sejam alteradas ou apagadas. As empresas, entre outras coisas, temem pela demora que o ponto eletrônico pode gerar na emissão do tíquete, causando filas e com isto, uma diminuição do tempo dedicado ao trabalho.

Por Elizabeth Preático

Fontes: G1, Correio do Povo



Grupo CCR – Programa de Trainees 2010 – Inscrições Abertas


Para atuar na empresa de concessão de infraestrutura CCR em várias rodovias pelo Brasil basta participar do processo de seleção que está aberto para a contratação de 20 profissionais.

As oportunidades serão espalhadas pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e também no Paraná. Os requisitos básicos para participar do processo é fluência no inglês e conhecimento no pacote Office.

A participação pode ser feita por recém formados entre dezembro de 2008 e final de 2010, nos cursos de engenharia civil, de produção, administração de empresa, economia ou ciências contábeis.

As inscrições devem ser feitas até o dia 29 de agosto através do site Cia de Talentos.

Por Rafaela Ometto



Taxa de desemprego se mantém equilibrada


A Pesquisa Mensal de Emprego (PME), estudo dirigido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), constatou taxa de desemprego de 7,6% em março deste ano, levemente acima da averiguada em fevereiro, quando um percentual de 7,4% foi diagnosticado. Em relação ao terceiro mês de 2009 a atualidade é positiva, pois na ocasião o mesmo índice alcançou a casa de nove pontos.

De acordo com o levantamento, que indica a menor taxa para um mês de março em toda a história, iniciada em 2002 pelo IBGE, o número de pessoas desempregadas, ao todo 1,8 milhão, se manteve estável na comparação mensal e teve retração de 14,1% em comparação ao período igual do ano passado.

O rendimento médio real dos trabalhadores constatado foi de R$ 1.143,40, acima em 0,4% em relação a fevereiro e 1,5% ante março de 2009.

Segundo o Canal Executivo UOL, a taxa de desemprego indicada tem por base pesquisa feita em seis regiões metropolitanas do país (Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo).

Fonte: UOL.

Por Luiz Felipe T. Erdei