Atualizações anteriores



Tecnologias auxiliam no trabalho mas podem prejudicar saúde


As novas tecnologias são criadas a todo o momento ao redor do mundo e auxiliam não apenas no lazer, mas também no trabalho.

No entanto, segundo pesquisa conduzida pela empresa Kelly Global Workforce Index (KGWI) o uso destas inovações pode ser prejudicial à saúde das pessoas.

O estudo divulgado analisou cerca de 17.000 pessoas em 30 países sobre o risco do uso de tecnologias móveis e o seu impacto na produção além da relação entre o trabalho e a vida pessoal.

Os resultados mostraram que para 57% dos entrevistados a conexão permanente aumentou a capacidade de produção no trabalho bem como melhorou o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal.

Já para aproximadamente 27% dos abordados pela pesquisa se sentem pressionados a estar sempre online mesmo em casa e nos momentos de descanso.

Por isso, as novas gerações possuem mais pressão que gera um nível elevado de cansaço e estresse pela necessidade contínua de atualização e de resposta rápida às demandas do trabalho.

Por Ana Camila Neves Morais



Carreiras promissoras para o ano de 2013


Nesta semana, a rede de televisão dos Estados Unidos CBS listou as carreiras com tendência a se destacarem no ano de 2013.

Segundo a divulgação, a maior parte delas está voltada para a área de tecnologia da informação mostrando, assim a tendência de fortalecimento da área tecnológica no mundo.

Confira a seguir as carreiras promissoras para o ano de 2013:

1. Desenvolvedor de software
2. Contador
3. Analista de pesquisa de mercado
4. Analista de sistemas
5. Recursos humanos, treinamento e especialista em relações de trabalho
6. Administrador de sistemas
7. Representante de vendas
8. Analista de segurança da informação, desenvolvedor web, arquiteto de rede de computador
9. Engenheiro mecânico
10. Engenheiro industrial
11. Programador
12. Analista financeiro
13. Especialista em relações públicas
14. Especialista em logística
15. Administrador de banco de dados

Por Ana Camila Neves Morais



Vale compra alta tecnologia da China


Grande parte dos brasileiros, certamente, já comprou ou estava prestes a adquirir produtos de origem chinesa. Há alguns anos, cada mercadoria gerava receio em virtude da possível baixa qualidade, pois, além de contar com preços inferiores, nem todos duravam o quanto se imaginava. Contudo, parece que a China conseguiu inverter esse pensamento.

Reportagem veiculada pela Folha UOL relacionou que os produtos chineses de qualidade problemática começaram a dar lugar a outros de alta tecnologia, como é o caso da dúzia de navios do estaleiro Rongsheng comprados pela mineradora Vale.

Benjamin Steinbruch, diretor-presidente da CSN, afirma que os chineses detêm tecnologia de ponta nessa esfera. A declaração tem lá seu fundo de verdade, pois a siderúrgica fechou a aquisição de US$ 280 milhões em equipamentos originados da estatal Cisdi.

Se a China continuar a se especializar em vários setores do varejo, por exemplo, outras nações precisarão aumentar seus investimentos na finalidade de competir com as exportações asiáticas.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Folha UOL