Atualizações anteriores



Sebrae registra mais de 81,6 mil novos empreendedores


Quando a vida parece não oferecer mais nada de interessante no sentido profissional, muitas pessoas abraçam ideias e aventuras na tentativa de melhorar o seu dia a dia. Muitos desses intentos podem não dar certo, mas outros realmente vingam e, com o passar de meses e anos, se solidificam.

Em janeiro deste ano, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), foram registrados 81.620 novos empreendedores individuais, progresso de aproximadamente 200% em relação ao período igual do ano passado (27.656).

Em dados mais palpáveis, o número concebe média de 2,6 mil registros diários. De acordo com Ivana Lima, analista de atendimento individual do Sebrae, esse alcance tem sido possível devido à propaganda boca a boca por meio de empreendedores formalizados, que confirmam o trabalho realizado pelo Sebrae ao próximo interessado.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Sebrae



Empresas da região Serrana do Rio recebem orientações do Sebrae


A região Serrana do Rio de Janeiro tenta se recuperar das recentes chuvas que dizimaram centenas de pessoas e deixaram outras tantas à mercê de ajuda em nível nacional. Nesta semana, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) promete aumentar o trabalho de apoio às companhias instaladas em Petrópolis e Nova Friburgo, duas das mais comprometidas.

Participarão do intento a Caixa Econômica Federal, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Investe Rio, o Banco do Brasil e o Bradesco. Pelo que se tem notícia, a contribuição virá em forma de treinamento e palestras por meio de agentes financeiros devidamente habilitados.

Segundo Marcelo Weber, gerente da área de serviços financeiros do Sebrae, algumas das questões abordadas contemplarão, por exemplo, acesso a crédito e suas linhas. A entidade disponibilizará tendas e consultores para que assim possam ser criados projetos e refinanciamento de dívidas, bem como distribuição de materiais com orientações.

Um dos principais pontos a serem abordados é a movimentação da economia local, até então estagnada devido aos prejuízos. Se depender da empresa Projetando Soluções, a limpeza nas empresas da região será acelerada graças a um produto para dissipar camadas de óleo.

São ações como essa que precisam de maior atenção. As pessoas não querem simplesmente receber alimentos, bebidas e roupas de maneira gratuita. Querem condições para continuar a viver, por si só, com trabalho e família.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Sebrae



SEBRAE anuncia Aumento no Faturamento de Pequenas Empresas – Abril 2010


O período pós-crise financeira é amplamente conhecido pelos brasileiros, sobretudo aos mais antenados na imprensa, devido aos bons resultados conquistados desde o ano passado, justificados, com mais veemência, no primeiro trimestre de 2010, quando o Produto Interno Bruto (PIB) conquistou elevação de 2,7%.

Comprovantes a essa constatação não faltam, tais como amplitude no número de investimentos a partir de diversas empresas, bem como maior poder aquisitivo da população e melhor acesso ao crédito, até então. Informações divulgadas por várias autoridades do país relacionam que no segundo semestre haverá desaceleração do crescimento, fator positivo, inclusive, como maneira de brecar qualquer possibilidade de superaquecimento e formação de bolhas.

Na rabeira do discurso, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP) revelou ascensão no faturamento das companhias atendidas pelo órgão de 14,7% em abril em confronto anual ao período igual de 2009, configurando, então, o sétimo mês consecutivo de alta nessa mesma base comparativa.

O setor industrial do país, segundo o portal de notícias G1, foi o grande destaque do estudo, com ascensão de 27,1% em seu faturamento, seguido pelo comércio, com alta de 12,3%, e serviços, 11,1%. Ricardo Tortorella, diretor superintendente do Sebrae-SP, avalia que esses percentuais podem indicar novas contratações devido ao aumento das vendas.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Auxílio aos trabalhadores de pequenas empresas


O Diretor do IPEA – Instituto de Pesquisas Econômicas, em entrevista realizada na TV Senado em 22/02/2010, relatou a importância atual de se dar respaldo legal aos trabalhadores de pequenas empresas, especialmente na área do comércio.

Isto porque, como a maioria deles trabalha como autônomo, não há ainda leis que lhes dêem subsídios em caso de perdas. Ressalta-se que este problema está mais focado ao trabalhador urbano, visto que o trabalhador rural tem o Ministério Agrário e o Ministério da Agricultura trabalhando a seu favor.

O Diretor do IPEA reforçou que a estruturação de uma base legal para os trabalhadores deve estar voltada às pequenas empresas, porque as empresas de grande porte já possuem setores bem estruturados, com Recursos Humanos totalmente amparados legalmente.

Para ajudar no planejamento das pequenas empresas, existe o SEBRAE, órgão que dá amplo auxílio nesta área, através de cursos e palestras, onde o futuro microempresário pode montar o seu plano de negócios e obter os passos necessários, tanto para montá-lo, quanto para mantê-lo, que é sem dúvida, o passo mais difícil.



Curso de Empreendedor Individual Sebrae MG


Desde que o governo lançou a nova modalidade de CNPJ, a do empreendedor individual, diversas pessoas em todo país estão finalmente saindo da informalidade.  E, com isso, esses empreendedores vêem a possibilidade de crescer e quem sabe até expandir seus négocios.

Tendo o CNPJ, estes trabalhadores podem emitir notas fiscais, o que é cobrado muito no mundo dos negócios, ficam em dia com a fiscalização e até têm maiores chances de conseguir crédito.

O Sebrae MG está oferecendo o curso de empreendedor individual à distância. As vantagens de se legalizar como Empreendedor Individual (EI), como é feito processo de legalização, os locais, os impostos a serem pagos, os benefícios de aposentadoria, do auxílio doença, tudo com foco no empreendedor individual.

A carga horária é de 3 horas. Você também terá a oportunidade de saber mais sobre a Lei Complementar 128 de 2008.

Para se inscrever e saber todas as informações acesse o site do sebrae: www.sebraemg.com.br.