Atualizações anteriores



Caixa antecipa o saque do FGTS de Contas Inativas


2ª etapa de saques das contas inativas do FGTS foi antecipada para começar neste sábado, dia 8 de abril.

Desde o mês de março as pessoas que possuem o direito já estão sacando seus saldos que correspondem ao FGTS de Contas Inativas. O cronograma com os vencimentos estipula que esse saldo seja liberado seguindo um calendário que considera a data de nascimento do beneficiado. A 1ª etapa de pagamentos foi realizada no mês passado e a 2ª, prevista para ter início no dia 10 de abril, foi antecipada para sábado, dia 08.

Nesse sentido as pessoas que nasceram nos meses de março, abril e maio e possuem o direito de sacar os recursos de Contas Inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, podem comparecer no sábado nas agências da Caixa Econômica Federal e assim realizar o saque.

Em fevereiro, antes mesmo que os pagamentos começassem a Caixa criou um cronograma com as datas que terminam no mês de julho. Contudo, observando o número de pessoas que devem sacar esse mês, para agilizar essas operações foi decidido que no sábado houvesse expediente. Pois ao abrir no sábado exclusivamente para o pagamento de Contas Inativas, as pessoas ganham mais esse dia em que a maioria não trabalha, além disso, na segunda-feira, bem como no resto da semana, as agências da Caixa não ficarão tão congestionadas, visto que a Caixa possui outros serviços, principalmente na 1ª quinzena do mês.

No entanto, a Caixa avisa que quem, por algum motivo, não conseguiu realizar o saque de seu saldo na data prevista pelo cronograma, ele estará disponível até a data limite de 31 do mês de julho. A partir de então, todos os recursos de contas inativas do FGTS serão recolhidos para o FAT, que é o Fundo de Amparo ao Trabalhador.

Nesse sentido, se você já sabe que possui saldo de Contas Inativas e faz aniversário em março, abril ou maio, fique atento, reúna seus documentos e compareça a uma das agências da Caixa Econômica Federal que estarão abertas no sábado dia 08 exclusivamente para esse tipo de operação.

Não deixe de realizar o seu saque, ele é um direito seu. Em caso de dúvidas procure a Caixa levando seus documentos e verifique se possui esse saldo.

Fique atento ao calendário e não deixe para a última hora.

Por Sirlene Montes

Dinheiro



Brasileiros que moram fora do Brasil podem sacar o FGTS Inativo


Brasileiros que estão fora do país possuem o direito de sacar o FGTS de contas inativas. Confira como fazer a solicitação.

Os brasileiros que estiverem fora do país também possuem o direito a realizar o saque do saldo de FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – em suas contas que se encontram inativas até o fim do ano de 2015, de acordo com o calendário de pagamentos publicado pelo Governo Federal, porém precisam estar atentos às regras divulgadas pela própria Caixa Econômica Federal. São diferentes as regras para quem é correntista do banco e para quem não tem conta na Caixa.

A partir do mês de março, um pouco mais de 30 milhões de cidadãos terão o direito ao saque do dinheiro. Conforme o governo federal divulgou, encontram-se mais de R$ 43 bilhões parados nas referidas contas e a União estima que, do valor total, cerca de R$ 34 bilhões serão retirados pelos cidadãos até o dia 31 de julho.

Caso você seja correntista da Caixa:

O cidadão que estiver fora do Brasil e possua uma poupança ou conta corrente na Caixa poderá optar por receber o dinheiro através de transferência automática, sem ser necessário ir até o consulado.

Caso você não seja correntista da Caixa:

Se o trabalhador não tem uma conta na Caixa, o mesmo precisa obter um formulário chamado "Solicitação de Saque do FGTS" no próprio site da Caixa e então comparecer diretamente em algum consulado do governo brasileiro e apresentar tal documento que deve estar devidamente preenchido, portando os documentos (original e cópia) que comprovem o direito de realizar o movimento da conta vinculada.

De acordo com informações da Caixa Econômica, o documento de solicitação tem de ser assinada diante de um representante do consulado. O saldo será creditado diretamente na conta bancária do titular. Se por algum motivo o cidadão não possuir uma conta bancária no Brasil, o mesmo poderá fazer a indicação de uma conta de uma pessoa de confiança.

O valor será liberado em no máximo 15 dias úteis depois da entrega dos documentos, a qual está condicionada à certificação das condições exigidas para que seja movimentada a conta vinculada do FGTS.

Por Filipe Silva

FGTS no exterior



Saque do abono salarial pode ser feito até o dia 30 de junho


O saque do abono salarial referente ao PIS pode ser feito até quinta-feira, dia 30 de junho.

Ao menos 1,5 milhões de pessoas ainda não sacaram o abono salarial referente ao PIS, isso porque muitos se esquecem de e outros não sabem. Até quinta-feira, dia 30 de junho, estará disponível.

O benefício é pago no valor do salário mínimo vigente, no caso R$ 880,00.

As pessoas cadastradas no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos, com remuneração de até dois salários mínimos durante o ano da contribuição e que exerceram atividade remunerada durante no mínimo trinta dias em 2014 têm direito a receber o abono salarial de 2015, desde que seus dados tenham sido informados corretamente pelo empregador no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

O benefício é um dos direitos mais importantes assegurados na Constituição Federal.

Verifique se o abono salarial não foi depositado diretamente na conta. Se não houver o pagamento vá a um autoatendimento da Caixa ou Casa Lotérica com o Cartão Cidadão e senha para sacar. Caso não tenha o cartão basta ir até o caixa em uma agência Caixa e apresentar um documento com foto.

PIS e PASEP

O PIS (Programa de Integração Social) diz respeito aos trabalhadores de empresas privadas regidas pela CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) e PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) é devido ao Servidor Público.

Os estados com maior número de pessoas que não retiraram o benefício são Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.

Conhecer o benefício

Muitos desconhecem esse benefício e acabam deixando passar o dia para retirada do mesmo. Até 30 de junho de 2016 é a data limite para sacar o valor devido. Caso contrário o dinheiro volta aos cofres públicos não podendo ser retirado no próximo ano.

Os trabalhadores que conhecem o benefício sempre retiram para aliviar um pouco as dividas, até porque em ano de crise, qualquer valor é bem indo e, considerando que os beneficiados são os de baixa renda, muitos agradecem poder ter algo com o que contar nesse período.

Dúvidas podem ser esclarecidas nas agências da Caixa ou em Casas Lotéricas. Também pelo atendimento online no site voltado ao PIS ou pelos telefones 158 (Central de Atendimento Alô Trabalhador), 0800 7260207 (Caixa) 0800 729 0001 (Banco do Brasil).

Por Carol de Castro

Saque abono



Saque do FGTS registrou a marca de R$ 100 milhões entre janeiro e setembro de 2014


Cerca de R$ 100 milhões foram sacados dos recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) entre o período de janeiro a setembro deste ano.

Segundo o que a Caixa Econômica Federal informou no dia 11 de setembro, 38 mil trabalhadores que moram em áreas afetadas por calamidades fizeram a retirada do dinheiro.  

De acordo com as regras vigentes no país, o trabalhador brasileiro tem direito a sacar o FGTS em ocasiões específicas como no momento da aposentadoria, se foi diagnosticado com neoplasia maligna, doença terminal, demissão por justa causa do emprego ou ainda se o imóvel ao qual reside for danificado por uma calamidade natural.  

Henrique José Santana, gerente nacional do FGTS pela Caixa Econômica Federal, afirma que é possível que o trabalhador realize o saque desde que ele resida em uma das áreas comprovadamente em estado de desastre natural ou situação de emergência, reconhecidas pelo governo. Santana ainda declara que "depois de confirmada a situação crítica da cidade pelo Ministério da Integração Nacional, e a casa do trabalhador for afetada, é possível efetuar o saque do Fundo de Garantia".  

Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Acre e Rondônia são os estados brasileiros que foram mais afetados por calamidades naturais este ano. As situações de emergência são decretadas por órgãos de defensoria pública em regiões que recebem fortes chuvas que danificam as condições de moradia.  

O FGTS é disponível apenas para os trabalhadores que apresentam carteira assinada e contrato regido pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). De acordo com o gerente nacional, o fundo é uma boa poupança para os trabalhadores brasileiros. 

O papel do empreendedor que emprega seus funcionários é depositar mensalmente 8% do valor do salário do empregado na conta do FGTS.   

Somado, o patrimônio do FGTS é de mais de R$ 340 bilhões, segundo informa Santana. O valor que não for sacado pelo trabalhador poderá ser aplicado em melhorias de infraestrutura e saneamento básico, além de ser utilizado em financiamento de habitações.  

O trabalhador poderá consultar por meio do site da Caixa ou em um caixa eletrônico do banco o saldo de seu FGTS. 

Por William Nascimento

FGTS

Foto: Divulgação