Atualizações anteriores



Pontualidade no pagamento de micro e pequenas empresas chega a 94,6%


Ter negócio próprio é o grande desejo de parte da população. Algumas pessoas não precisam necessariamente de cursos de graduação, especialização e técnicos para gerir seu estabelecimento, enquanto outros profissionais, porém, buscam por meio de professores, livros e trocas de experiências com colegas informações para conduzir bem um empreendimento.

Administrar o caixa é um dos fundamentos. Qualquer problema relacionado a isso pode acarretar decreto de falências. Segundo a Serasa Experian, a pontualidade de pagamento das micro e pequenas empresas atingiu índice de 94,3% no mês passado, ou seja, a primeira retração registrada em 22 meses no comparativo anual (em março de 2010 a taxa chegou a 94,6%).

A última situação deste tipo ocorreu em maio de 2009, período em que a crise financeira mundial ainda afetava o país. Porém, a Serasa pondera que o Carnaval, realizado logo no início de março, prejudicou o volume de negócios, situação que somada ao ciclo de aumento da Selic, a taxa básica de juros da economia, incidiu na baixa anual.

A Serasa alvitra que os principais recuos foram sentidos nos setores de serviços e industriais, com baixa de 0,9% em cada um no mês passado sobre março de 2010. Por outro lado, o ramo comercial melhorou seu índice ao apresentar elevação de 0,3% na pontualidade, para 94,8%.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Como abrir uma microempresa de graça no Brasil


Quem possui uma atividade autônoma, ou seja, trabalha por conta própria, pode ter um registro de microempreendedor e sair da informalidade. E o melhor: gratuitamente.

Há uma Lei para profissionais liberais que querem ser reconhecidos como microempresários. Os documentos necessários para se tornar um microempresário são: CPF, identidade e comprovante de residência.

Há inúmeras vantagens em se registrar, entre elas está a proteção social, como aposentadoria por idade, por invalidez, auxílio doença, pensão por morte, acesso a serviços bancários e créditos como pessoa jurídica.

Toda a formalização é feita pela internet, o número de inscrição (INSS) e documento de alvará serão obtidos imediatamente. O empreeendedor não precisará dos serviços de um contador, mas deverá registrar o total das suas receitas em um formulário simplificado.

Acesse o site Portal do Empreendedor para mais informações.

Por Monique Mota