Atualizações anteriores



IPTU 2012 no ABC Paulista não deve ter Aumento Real


Os moradores do ABC ganharam um ótimo presente de natal, ou melhor, de ano novo. É que o IPTU dessa região não terá aumento real. Assim, o cidadão que já possui muitas contas e em grande parte das vezes, com aumentos, terá uma folga no bolso pelo menos em relação ao IPTU.

As cidades de São Bernardo do Campo, Santo André, Ribeirão Pires e Diadema, anunciaram que não pretendem aumentar os valores do imposto, sendo que a única mudança será a revisão dos índices inflacionários, tendo como regra o IPCA e o IPC.

Na cidade de São Bernardo do Campo o valor do IPTU poderá ser atualizado em relação a demolições, construções e reformas.

No município de Santo André, o desconto para quem paga o carnê à vista deve ser mantido.

Já a cidade de São Caetano deverá ser a única da região com reajuste no imposto, que provavelmente ficará entre 13,88% e 14,85%.

Apesar da pretensão de não aumentar o IPTU, as cidades de Diadema, Mauá e Rio Grande da Serra ainda não decidiram oficialmente se os valores do IPTU.

Por Tiago Batista



IPTU 2012 de Campo Grande (MS) – Informações


As famílias da cidade de Campo Grande (MS) não terão o orçamento afetado pelo aumento do tributo referente ao IPTU.

Segundo os governantes do local, não haverá aumento no valor do IPTU, pois os setores acordaram em aplicar os valores dos índices de acordo com a realidade do lugar.

Os contribuintes receberão os carnês do imposto de 2012 a partir de janeiro do ano que vem.

A tarifa foi embasada nos dados dos indicadores econômicos nacionais, o IPCA-E (7,33%) e SINAPI (8,20%), valores referentes ao mês de setembro do ano corrente.

Além disso, também se considerou a valorização de algumas regiões devido as grandes construções efetuadas pela administração. Sendo acrescidos estes valores, os indicadores chegariam, em alguns casos, a 15,53%, ou seja, o teto máximo.

Assim, para que haja maior justiça social, concluiu-se que seria necessária uma redivisão das categorias dos imóveis prediais para o cálculo do IPTU. Com as alterações, o percentual dos valores tarifários será menor para diversas categorias. Aliviando, consequentemente, o orçamento da família campo-grandense.

Por Aline Gomes