Atualizações anteriores



Economia X Sálário dos Executivos


A produção industrial no Brasil não está indo tão bem quanto nos anos anteriores. Com o câmbio oscilando muito, os preços dos produtos estão em aumento, o que dificulta as transações comerciais para o exterior, pois os preços altos dos produtos industriais reduzem a competitividade perante os mesmos produtos fabricados em outros países.

Isso de fato está ocorrendo, visto que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 0,6% comparado com o último trimestre de 2012. 

Segundo uma pesquisa realizada pela Consultoria Hays (especializada na colocação laboral de profissionais especializados em cargos permanentes), 55% dos executivos detentores de altos cargos tiveram um aumento nos salários e em mais da metade deles o aumento registrado foi de 5,5%. 

Existem dúvidas do porquê destes aumentos salariais sendo que a economia industrial não está no seu melhor momento, especula-se que negociações trabalhistas e demanda de mercado por profissionais especializados num cenário de pouca oferta de mão-de-obra deste tipo, possam ser os responsáveis pelos excessivos aumentos.

Esta pesquisa identificou que os executivos de alto escalão estão recebendo remunerações com valores semelhantes aos recebidos pelos profissionais europeus de países como Itália e Alemanha. Se bem ocorreu uma elevação no valor do salário base, os incentivos de curto prazo como bónus e participação nos lucros e resultados (PLR) tem diminuído.

As indústrias que oferecem melhores condições de remuneração para os executivos são as dedicadas à construção e à mineração.

Por Melina Menezes



Nova Alta da Projeção da Inflação no Brasil – Outubro de 2012


O Banco Central divulgou nessa segunda-feira, dia 22 de outubro, o boletim Focus com as expectativas do mercado financeiro sobre os principais índices econômicos do país. No boletim dessa semana a projeção da inflação para o ano de 2012 subiu novamente, essa é a décima quinta vez consecutiva.

De acordo com o Boletim, os analistas e investidores financeiros projetam agora que a inflação acumulada do ano de 2012 fique em 5,44%, na semana passada a expectativa era de 5,43%. Há um mês a expectativa da inflação medida pelo índice IPCA para o ano era de 5,35%.

Apesar das constantes subidas da projeção da inflação para 2012, o mercado financeiro manteve sua expectativa para a inflação do ano que vem, que está projetada para 5,42%. O Boletim noticia também que para os especialistas perguntados, a expectativa é de que a inflação de 2012 feche em 5,55%.

Quando perguntados sobre a inflação em outubro, os analistas responderam que o índice fecharia o mês em 0,55%. Na semana passada antes da divulgação do IPCA-15, prévia da inflação do mês medida pelo IBGE, os analistas esperavam que no fechamento do mês a inflação ficasse em 0,51%. Para novembro a projeção é de que a inflação chegue a 0,52%.

Fonte: Portal do Investidor

Por Matheus Camargo