Atualizações anteriores



Salário Mínimo nos EUA – Valor está congelado há 5 anos


Proposta de Reajuste no salário mínimo nos Estados Unidos volta a ser debatida pelos especialistas. Valor do salário mínimo é o mesmo há 5 anos.

Há mais de 5 anos que o salário mínimo nos Estados Unidos está congelado, sendo que lá o valor é de US$ 7,25 por hora. E depois de tanto tempo sem reajuste, a população começa a se mobilizar reivindicando um aumento de salário, o que de acordo com vários especialistas, seria até uma forma de ajudar a melhorar a economia do país.

Em abril do ano passado, foi levado ao senado uma proposta de elevar o valor do salário mínimo nos Estados Unidos para US$ 10,10 por hora, porém, a proposta foi rejeitada e no restante do ano não se voltou a falar mais no assunto, porém, agora este ano começa a fortalecer novamente o movimento para um reajuste do salário mínimo por lá.

Mas a questão do aumento do salário nos Estados Unidos não seria apenas uma forma de melhorar a economia, mas também de melhorar a imagem do presidente Barack Obama, pois uma pesquisa realizada recentemente mostrou que para boa parte da população, principalmente a classe mais pobre, Barack Obama é o pior presidente desde a segunda guerra mundial.

Mas há alguns especialistas que olham para esta questão com um certo receio, pois se no ano passado, quando a economia dos Estados Unidos estava ruim, não foi aprovado um aumento para o salário, o que dizer agora então, quando a economia americana começa a dar sinais de melhora.

Em 2013, a economia dos Estados Unidos cresceu muito pouco, assim como no ano passado. Outro problema enfrentado por lá nos dois últimos anos foi o crescente número de seguro desemprego e o fato de que os empregos gerados eram de baixa qualidade.

A "curva de crescimento dos salários" se comparada com a "curva de crescimento dos lucros" apresenta-se como a mais baixa de toda a história americana.

Um grande número de pessoas que ainda estão na idade de trabalhar dependem do vale-refeição do Governo para terem uma alimentação mínima. Se esta ajuda foi criada para crianças e idosos, hoje ajuda a sustentar um bom número de trabalhadores desempregados.

Isto complica ainda mais o cenário, pois para um grupo de políticos, não se trata apenas de aumentar salário, mas principalmente, gerar novos empregos e que estes sejam de qualidade. Este debate gera uma expectativa de que o salário mínimo nos Estados Unidos continuará congelado, ao menos por mais alguns meses, ou pior, volte a ser novamente debatido somente no próximo ano.

Por Russel



Profissões que Mais Tiveram Aumento de Salário entre 2000 e 2010 – Pesquisa da BRAiN


A BRAiN (Brasil Investimentos & Negócios) realizou um estudo entre os anos de 2000 e 2010 chamado de “Talentos – As profissões e o mercado de trabalho brasileiro”, que mostrou quais são as profissões mais procuradas, bem como quais foram as alterações salariais.

O estudo foi baseado nos censos de 2000 e de 2010 e uma das conclusões foi de que, nessa década, profissões nas áreas de Engenharia Química, Medicina e Engenharia Civil foram as mais procuradas pelo mercado de trabalho, além de terem conquistado um grande aumento de salário. Entretanto, profissionais de áreas como Farmácia, Administração, Marketing e Ciências da Computação obtiveram quedas salariais, tendo em vista a menor demanda por parte do mercado de trabalho.

Além disso, o estudo fez uma comparação entre o salário de profissionais com nível superior e de trabalhadores com ensino médio. Em questão de Engenheiros Civis, a diferença salarial aumentou 50% na década analisada, passando de 200% de diferença em 2000 para 250% de diferença em 2010. Outras profissões que tiveram análises semelhantes foram as relacionadas à Arquitetura, Engenharia Química e Medicina. Isso mostra que os trabalhadores desses setores têm sido mais procurados, o que aponta que o mercado vem demandando mais engenheiros civis, químicos, arquitetos e médicos.

Outra análise feita foi com relação à área de atuação das pessoas após serem formadas, no caso de continuarem atuando no mesmo segmento em que se formaram (ocupações típicas). Os maiores índices ficaram com as formações em Arquitetura, Medicina e Pedagogia. Nestas profissões, os índices ficaram entre 50% e 80%. Entretanto, setores como Artes, Ciências Sociais e Administração obtiveram índices maiores que 90%.

As áreas que tiveram aumento de salário entre 2000 e 2010 foram:

  • Arquitetura
  • Artes
  • Biblioteconomia
  • Ciências Físicas
  • Ciências Sociais
  • Contabilidade
  • Direito
  • Economia
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Química
  • Estatística
  • Física
  • Medicina
  • Militar
  • Odontologia
  • Outras Engenharias
  • Serviço Social
  • Veterinária

Já as áreas que tiveram diminuições salariais foram:

  • Administração
  • Ciências da Computação
  • Enfermagem
  • Farmácia
  • Filosofia
  • Hotelaria
  • Imigração
  • Jornalismo
  • Marketing
  • Matemática

Por Guilherme Marcon