Qual é o salário médio do brasileiro?


Saiba aqui qual é o valor do salário médio do brasileiro.

Diante de um cenário de mudanças e crises marcadas pela pandemia causada pela Covid-19 desde 2020, várias situações acabaram sendo desencadeadas em relação a economia do país, demonstrando uma maior inflação, taxa de desemprego e outros vários aspectos que afetaram os lares dos brasileiros desde então. Um outro ponto que foi afetado por este cenário de muitas mudanças foi em relação aos salários líquidos em 2021. A média neste ano foi de R$ 1.149, cerca de 8,7% menor em relação ao ano anterior, de acordo om uma pesquisa que foi desenvolvida pela DomesticView, e divulgada pela consultoria Kantar.


Este mesmo movimento também foi sentido diante das rendas vindas através de auxílios que foram fornecidos pelo governo, em especial ao Auxílio Emergencial, que sofreu uma queda de R$ 204 para R$ 190 ao realizar um comparativo entre os anos de 2020 e 2021. O levantamento que foi feito pela pesquisa divulgada pela consultoria Kantar mostrou também alguns outros pontos importantes e quedas relativas aos orçamentos dos brasileiros.


Neste período que passou, o país passou por um aumento significativo em relação ao trabalho informal em várias regiões do país. Os lares destes trabalhadores que exercem funções informais passaram por uma mudança muito grande quanto a alimentação, serviços públicos e habitação, pois estes comprometeram mais de 70% da renda total destes.


Alguns outros números também foram levantados pela pesquisa, e apontam que a alimentação dentro do lar das pessoas concentrou cerca de 35% da renda destes. Em seguida, os valores mais altos notados foram em relação a habitação, cerca de 24% da renda passou a ser gasta neste quesito. Por fim, 13% passou a ser dedicado para serviços públicos. A alimentação dos brasileiros diante deste cenário passou por uma mudança drástica, onde o tradicional arroz com feijão, comum em todos os lares, passou a ser trocado por outros itens. Em geral, estes foram substituídos por itens mais industrializados que possuem valores mais baixos e são mais práticos e rápidos.


Os gastos com aluguel neste período também passaram por um aumento considerável, após uma queda muito grande que ocorreu logo no primeiro ano da pandemia. As pessoas, de acordo com a pesquisa, passaram a realizar mais reformas em suas residências neste período. Assim, a pesquisa reforçou que as pessoas passaram a investir mais recursos e transformar suas residências em um ambiente muito mais funcional. Isso também deve-se ao fato de que com o isolamento diversas pessoas passaram a trabalhar de suas residências de uma hora para outra.

Em relação aos serviços considerados como públicos, como energia elétrica e gás, os brasileiros também passaram a dedicar uma boa parte de suas rendas para estes pagamentos. Com o aumento do valor do botijão de gás, o valor para estas finalidades aumentou e muito nos últimos anos. A pesquisa por firma destacou que também houve um aumento em recursos que são destinados para os animais, que chegaram a atingir cerca de 129% no ano de 2021. De acordo com o que foi ressaltado pelos realizadores da pesquisa, este aumento deve-se ao fato de que nos primeiros momentos ocorreu uma onda muito maior de adoção de animais, logo no início da pandemia. Assim, estes valores que foram destacados em relação aos gastos com alimentação dos animais devem-se a isso.

A pesquisa demonstrou que os lares que não contavam com pets passaram a contar e que os que já possuíam passaram a contar com mais animais desde o início da pandemia. Desta forma, as pessoas que não tinham cães e gatos passaram a adotar os animais e os que já contavam com algum pet adotaram novos animais neste período. Entretanto, a pesquisa destacou que por mais que houvesse este aumento, as rações que estão sendo compradas neste momento não se enquadram em super premium.


Nayara Silva Guimarães


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.