Como Consultar Dinheiro Devido por Bancos


Banco Central lança página para que pessoas possam consultar valores devidos por bancos.

Há poucos dias a gestão do Banco Central estreou novo site para a consulta de valores creditados via instituições bancárias. Esta notícia foi divulgada no último dia 24 deste mês, janeiro, pelo próprio Banco Central, por meio da página acima mencionada, na qual todos os cidadãos poderão consultar e solicitar os valores esquecidos nos bancos e nas instituições financeiras.


Para começar: O que o indivíduo precisa saber sobre o valor a receber do Banco Central?

Este procedimento ocorre da seguinte maneira: por meio do Registro, ou Cadastro Pessoal, no Banco Central, cada cidadão seguirá os passos para obter informações sobre a existência ou não de qualquer valor a que tem direito, para solicitar transferência ou receber como pagamento.


Deste modo, os colaboradores de tecnologia da informação do Banco Central criaram e colocaram em operação este site, para facilitar o acesso dos registrados ao sistema. Assim que o link é aberto, o cidadão tem acesso a uma série de informações voltadas ao consumidor, reunidas no próprio sistema financeiro, na forma de contas abertas ou de créditos somados.


Sobre o site:

Esta nova e eficiente ferramenta é intitulada: Sistema de Valores a serem Recebidos, ou SVR. O modo de efetuar o cálculo demonstra que em torno de oito (8) bilhões de reais estejam mantidos em muitos saldos, compondo contas correntes ou mesmo poupanças que foram anteriormente encerradas pelos mesmos depositários (clientes).


O modo de consultar este direito se dá por meio de acesso ao próprio site do Banco Central, porém, depois que esta ferramenta foi lançada ao público o mesmo site acabou permanecendo fora do ar, da rede. A gestão da instituição publicou informações referentes à movimentação de uma grande demanda sobre esta situação, não dando conta de atender a todos. Devido a este problema, foi projetado o novo site, com atualizações de todos os dados.

Em recente nota publicada por alguns veículos da imprensa brasileira, no último dia 25 de janeiro, as orientações mais recentes são as seguintes:

O processo de disponibilização de valores, via Banco Central, através da operação de uma nova ferramenta de consulta, intitulada "Valores a Receber", permite, desde agora, que cidadãos (pessoas físicas), e pelas empresas (pessoas jurídicas), possam consultar suas contas antigas e verificar resíduos de depósitos, ou seja, se alguma soma em dinheiro, agora em forma de créditos, foram deixadas para trás, e se podem ser sacadas.

Esta boa nova causou um efeito muito positivo em grande parte dos cidadãos brasileiros, mas, por conta da grande demanda que se formou, o sistema entrou em congestionamento, não conseguindo atender ao alto volume de acessos efetuados e colapsou.

Pouco tempo depois, a gestão do banco teve que suspender temporariamente a ferramenta de consulta até que fosse possível restabelecer as operações e colocar o site novamente em funcionamento, de forma mais ampla e com capacidade para atender o grande número de acessos.

Retomando as informações: conforme anunciado, a direção do Banco Central explicou que, atualmente, existe uma estimativa da presença de até 8 bilhões de reais que estão reservados, como antigos depósitos, ou contas correntes, que são de direito de 24 milhões de cidadãos e corporações empresariais.

Assim, todas as pessoas que sejam portadoras de direitos de créditos na instituição poderão consultar suas antigas contas, solucionar dúvidas, ou mesmo resgatar somas em dinheiro. Para começar esse movimento, acesse o site: https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2022-01/cidadao-pode-verificar-valores-receber-de-bancos-no-registrato.

Sumarizando: o que significa ser registrado do Banco Central?

Este registro é o meio de acesso que permite fornecer aos cidadãos, antigos depositários, todas as informações necessárias sobre registro de pessoas física ou jurídica, garantindo aos mesmos consulta para verificação de direito a estes recursos.


Paulo Henrique dos Santos


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.