Pagamento do Auxílio Brasil – Quem Pode Receber

Saiba aqui quem pode receber o Auxílio Brasil.

Você sabe se tem o direito de receber o Auxílio Brasil? Pois bem! Na próxima semana começarão os pagamentos. Dessa forma, se você não sabe, não deixe de conferir as informações abaixo para não perder esse direito.

Conforme o Ministério da Cidadania se manifestou recentemente, na próxima semana o governo federal realizará o pagamento do Auxílio Brasil para 17 milhões de brasileiros.

Para quem não sabe, o Auxílio Brasil não é um novo programa governamental, ele apenas trocou de nome, sendo antes popularmente conhecido por todo o Brasil como Bolsa Família. Com isso, na quarta-feira da próxima semana, no dia 17 de novembro, irá começar a mudança no programa social. No entanto, apesar de a data estar bem próxima, ainda não foi disponibilizado pelo órgão os nomes elegíveis que podem fazer parte do programa social. Por isso, há uma grande expectativa para que a lista saia no começo da próxima semana.

E aí, finalmente, quando realizarem a liberação da lista, as pessoas poderão consultar se são beneficiárias e, portanto, se podem receber a transferência de renda do governo federal.

Outra informação disponibilizada pelo Ministério da Cidadania é de que a consulta pode ser realizada de duas formas, isto é: através do aplicativo do Bolsa Família, porque não houve tempo para desenvolver um próprio para o Auxílio Brasil. Vale destacar que o aplicativo está disponível tanto para Android quanto para iOS. No entanto, as pessoas que não tem acesso a internet poderão ligar para o número 121, para a Central de Relacionamento do Ministério da Cidadania.

Dessa forma, o Ministério da Economia, em parceria com o Ministério da Cidadania, afirmou que o programa deve atingir cerca de 17 milhões de beneficiários. Com isso, cerca de 15 milhões de pessoas já estão cadastradas no Bolsa Família, e os demais 2 milhões de cadastros são pertencentes a novas pessoas habilitadas.

Leia também:  Inadimplentes estão pessimistas com a situação do Brasil

Sendo assim, é importante que fique claro, para não haver preocupação, que famílias cadastradas no Bolsa Família e que já recebiam o benefício irão continuar recebendo o benefício de forma automática. É por essa maneira, que as consultas ainda podem ser realizadas através do aplicativo BF.

No entanto, é importante ficar atento sobre as mudanças no momento de acessar o aplicativo, já que agora o usuário precisa inserir o seu CPF, como também uma senha que esteja cadastrada em outros apps da Caixa, por exemplo, o Caixa Tem, de onde era disponibilizado o auxílio emergencial.

Depois de ter instalado o aplicativo no celular, é possível realizar o acesso, para isso, basta relembrar o login e a senha usados para ter acesso aos aplicativos da Caixa. Contudo, se o usuário não for cadastrado, é muito simples resolver essa situação. Basta apenas ir na opção “É novo por aqui?” e, em seguida, inserir os dados solicitados que são necessários. Já se o caso é outro, como esquecer a senha, é preciso apenas escolher a opção “recuperar senha”, depois, é só seguir as instruções de forma muito intuitiva.

Pronto! Com o login realizado é hora de procurar informações importantíssimas que são liberadas aos beneficiários do Auxílio Brasil. Dessa maneira, as informações disponibilizadas nos aplicativos são: as transferências que foram realizadas nos últimos 12 meses, o calendário em que constam os pagamentos e o valor que será recebido por cada beneficiário do cadastro.

Ao se deparar com informações inesperadas, que podem vir a gerar dúvidas, é bom se lembrar que o aplicativo possui um FAQ para responder dúvidas relacionadas ao Auxílio Brasil. Contudo, caso as dúvidas não sejam esclarecidas, uma outra opção é contatar a Central de Atendimento da Caixa.

Leia também:  INSS antecipa Pagamento do 13º Salário de Aposentados e Pensionistas

Se o leitor já recebe o Bolsa Família sabe quanto essa renda é importante para complementar os pagamentos das dívidas da casa. Dessa forma, como toda novidade tende a ter imprevistos, não deixe para fazer a consulta depois, pois o quanto antes certificar-se que tudo está correto, melhor é para todos.

Ana Paula

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *