Pagamento da 2ª Parcela do Auxílio Emergencial foi Antecipado



A Caixa irá antecipar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial para trabalhadores informais.

A Caixa irá antecipar o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial para trabalhadores informais, que estava agendado para o dia 27 de abril, para o dia 23 de abril (quinta-feira).

Esta antecipação vale para aqueles inscritos previamente no CadÚnico e para os informais que se inscreveram via app.



Esta antecipação irá afetar 9,1 milhões de pessoas, que irão receber o auxílio entre esta e a próxima semana.

Quem tem direito à antecipação receberá juntas a primeira e a segunda parcela, totalizando R$ 1.200, ou R$ 2.400 no caso de mães chefes de família.



Vale lembrar que a antecipação não vale para os beneficiários do Bolsa Família, que irão receber o auxílio de acordo com o calendário já divulgado do programa.

A segunda parcela será paga de maneira escalonada conforme a data de aniversário do beneficiário. No dia 23 de abril irão receber os nascidos em janeiro e fevereiro, seguindo o calendário até o dia 29 de abril. O pagamento será feito nas contas da Caixa, contas de outros bancos ou poupança digital da Caixa.

Ao todo, o auxílio emergencial prevê o pagamento de 3 parcelas, sendo que a terceira deverá ser creditada no final de maio.

Quem está inscrito no CadÚnico mas teve o cadastro ao auxílio negado poderá se cadastrar pelo app e entrar com uma reavaliação para ver se tem ou não direito ao benefício.

Saques em dinheiro

Quem receber o auxílio pela poupança digital, primeiramente, não poderá fazer o saque do dinheiro em espécie. Será possível apenas movimentar o dinheiro pelo aplicativo, com pagamento de boletos, compras online e realizar transferências. Porém, os saques serão autorizados no fim do mês, em caixas eletrônicos e casas lotéricas.

Leia também:  Pacote Econômico EUA foi Responsável pela Manutenção de Empregos

Quem poderá receber

Serão pagas 3 parcelas de até R$ 600, limitadas a dois benefícios por família. Mães que são chefes de família terão direito a receber R$ 1.200. Confira os requisitos:

– ter 18 anos de idade ou mais;
– ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
– não ter sido obrigado a declarar Imposto de Renda em 2018 (ter recebido até R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2018).

Todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência serão considerados, exceto o dinheiro do Bolsa Família.

Também tem direito:

– Quem é titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual -MEI);
– Quem está inscrito no CadÚnico para Programas Sociais do Governo Federal até o dia 20 de março;
– Quem é contribuinte individual ou facultativo do INSS.

Como fazer o cadastro

Para quem não está no CadÚnico

– Acesse o site (auxilio.caixa.gov.br/#/inicio) ou baixe o aplicativo (Android – play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.caixa.auxilio – ou iOS – apps.apple.com/br/app/caixa-aux%C3%ADlio-emergencial/id1506494331)
– Clique em “Realize sua solicitação”;
– Informe os dados pessoais: nome completo, CPF, data de nascimento e nome da mãe;
– O sistema dará início à análise de informações para decidir se há ou não o direito. A análise é feita pelo Dataprev com base em outros sistemas do governo;
– A análise será feita em 48 horas; se o trabalhador tiver conta na Caixa ou no Banco do Brasil, já pode receber na quinta-feira; Se não, a liberação será feita na próxima semana;
– Caso não consiga fazer o cadastro online, o trabalhador pode procurar uma agência da Caixa.

Leia também:  Cartão de Crédito Nubank - Como Adquirir, Limite

Saque emergencial

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *