Saques do FGTS e PIS – Calendário da Caixa





Caixa detalhou as regras para os saques do FGTS e do PIS.

Novas regras foram anunciadas para os saques do FGTS e do PIS. A Caixa Econômica detalhou as regras para os saques destes recursos. O calendário de saques foi divulgado no dia 05 deste mês de agosto, sendo este válido para contas ativas e também inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

O Saque pode ser feito de forma imediata, tanto que foi nomeado como "Saque imediato", porém, o trabalhador irá precisar já possuir conta corrente e conta poupança na Caixa Econômica, levando em consideração a data de nascimento. Dessa forma, os trabalhadores que nasceram entre os meses de janeiro e abril terão seus recursos disponíveis a partir do dia 13 do mês de setembro. Os que nasceram entre os meses de maio e julho poderão sacar o saldo a partir do dia 27 do mês de setembro. Por último, os nascidos entre os meses de setembro e dezembro terão seus valores disponíveis a partir do dia 09 do mês de outubro.




Vale ressaltar que contas abertas neste mês de agosto não entram, o limite para abertura de constas foi o dia 24 do último mês de julho, que é a data em que a medida provisória sobre o tema foi publicada. Quem possui a conta deverá se manifestar sobre o recebimento do se saldo na conta até o dia 25 deste mês de agosto.

Leia também:  Motivos para Saque do FGTS

De acordo com os números revelados cerca de 33 milhões de brasileiros possuem conta na Caixa e por isso poderão receber diretamente o saldo em questão. Para cada uma destas faixas que foram divulgadas somam-se cerca de 11 milhões de trabalhadores. Essas pessoas, como possuem a conta, irão receber de forma automática os valores aos quais possuem direito, com valor máximo de R$ 500.


Caso o trabalhador possua conta na Ciaxa, mas não desejar que o dinheiro caia de forma direta, ele deverá cancelar o depósito. O que pode ser realizado por meio do aplicativo, pelo internet banking ou pelo site da Caixa.

Até o mês de abril do ano que vem será possível pedir para que o dinheiro seja devolvido para as contas de FGTS. Dessa forma, ocorrerá por parte da Caixa o estorno dos recursos devidamente corrigidos.

Leia também:  Saque-Aniversário do FGTS - Calendário, Quem tem Direito

O Presidente da Caixa assegura aos trabalhadores que em nenhuma das opções haverá qualquer forma de prejuízo para o trabalhador.

O número de trabalhadores que não possuem conta poupança na Caixa é em torno dos 63 milhões, que devem seguir um outro cronograma.

De acordo com o cronograma os que nasceram no mês de janeiro poderão realizar o saque a partir do dia 18 do mês de outubro. Quem nasceu em fevereiro saca em 25 de outubro adiante. Os de março, terão seus recursos liberados a partir de 8 de novembro. Os do mês de abril, a partir do dia 22 do mês de novembro. Os nascidos em maio, a partir do dia 6 do mês de dezembro, e os de junho a partir do dia 18 do mês de dezembro.

Nascidos em julho terão seus saldos liberados a partir do dia 10 do mês de janeiro do ano que vem. Os de agosto, a partir do dia 17 do mês de janeiro. Quem nasceu em setembro poderá sacar a partir do dia 24 do mês de janeiro, enquanto os que nasceram em outubro, a partir do dia 7 do mês de fevereiro. Por sua vez, os nascidos em novembro poderão sacar a partir do dia 14 do mês de fevereiro. E, por último, os de dezembro, que terão seus recursos liberados a partir do dia 06 de março.

Leia também:  Consultar os Pagamentos do FGTS por App ou SMS

Para quem vai receber o PIS não há um prazo determinado para que o saque possa ser realizado. O número de trabalhadores beneficiados é de 10,4 milhões que na totalidade irão receber R$ 18,32 bilhões.

Trabalhadores cadastrados no PIS até a data do dia 04 do mês de outubro do ano de 1988 e possuem o saldo, poderão fazer o saque seguindo o cronograma. Quem possui conta na Caixa poderá sacar a partir dia 19 do mês de agosto. Agora, quem tem 60 anos ou mais o saldo estará liberado a partir do dia 26 de agosto. E pessoas com idade até 59 anos, o saldo estará disponível a partir do dia 02 de setembro.

Por Sirlene

Dinheiro