Valor do Salário Mínimo 2020 – Previsão da CMO





Salário deve passar de R$ 1.000 no próximo ano.

Um dos primeiros itens alterados no Brasil, assim que um novo ano se inicia, é com relação ao valor do salário-mínimo pago aos trabalhadores. Todos os anos, o valor sofre um reajuste e essa alteração é realizada de acordo com alguns fatores que precisam ser previstos e analisados com certa antecedência. E o assunto de vital importância é analisado por um órgão competente, no caso é a CMO. Como já passamos da metade de 2019, algumas notícias estão sendo veiculadas a respeito do valor do salário para o ano de 2020. No texto de hoje, vamos abordar esse assunto, informando o possível valor do salário-mínimo e também entender o aspecto mais importante que foi considerado para que se chegasse a um valor final do salário para o brasileiro. Confira.

O valor do salário mínimo previsto para 2020 de acordo com a CMO

A pasta referente ao salário-mínimo é um assunto dominado pela Comissão Mista de Orçamento, a CMO. A organização por meio da lei de Diretrizes Orçamentárias, estabelece um valor referente aos vencimentos básicos do trabalhador brasileiro, essa medida também é responsável por definir os objetivos no departamento financeiro nacional para o país no futuro.

Leia também:  Cartão de Crédito Nubank - Como Adquirir, Limite



Essa lei é renovada a cada ano, uma vez que os pagamentos são revistos anualmente. Para o ano de 2020, a CMO chegou ao valor de R$ 1.040,00. Atualmente, o servidor brasileiro recebe um salário-mínimo de R$ 998,00. Ou seja, o pagamento vai sofrer um ajuste inferior a 5%. A nova remuneração será paga a partir do mês de fevereiro.

O que é necessário para que essa medida seja aprovada e assim esse valor seja pago aos brasileiros

A Comissão Mista de Orçamento é a instituição responsável pelo primeiro passo, ou seja, o estudo para a definição do valor. Mas, para que de fato essa medida seja aprovada são necessários mais alguns passos. Primeiramente, vai ser realizada uma reunião para que os parlamentares representantes do Senado Federal e da Câmara possam votar pela sinalização ou não do valor.

Leia também:  FGTS para Empregado Doméstico - Regras em 2019

Caso a medida seja aprovada, ela será caminhada para outra análise. Esse novo estudo é realizado pelo Planalto para que o presidente possa aprovar ou não esse valor. Importante salientar que ainda não foi definida uma data para que todos esses procedimentos sejam realizados. Uma vez, também que a CMO divulgou o valor há poucos dias. Mas, como é um assunto de urgência, essas reuniões não devem demorar.

Fatores que foram considerados para se chegar a este valor

A remuneração final é decidida após uma série de fatores que são levados em conta por cada governo. Na situação atual, foi definido, por exemplo, que esse valor entrasse em consenso com a inflação brasileira, a ideia é que esse gasto não fosse maior que a inflação prevista para o próximo ano. Uma vez que, várias medidas estão sendo tomadas para equilibrar as contas do país, como por exemplo, a reforma da previdência social. Mesmo assim, essa mudança vai influenciar diretamente as contas do Brasil, estima-se que as despesas nas contas públicas ultrapassem a casa dos R$ 250 milhões. É fundamental salientar que tudo ainda é uma previsão, por isso, pode-se ainda ter uma variação final quanto ao valor do salário mínimo.

Leia também:  Tabela de Pagamento do INSS 2019 - Divulgação em Breve

Reajuste salarial para outras classes de trabalhadores

Outro ponto presente no plano de alteração do salário mínimo é com relação a um possível reajuste de salário para funcionários públicos. Nesta lista, não estão presentes os militares, ao que tudo indica esse grupo teria um aumento em seus vencimentos mensais. Ainda não foi definido se os demais servidores vão receber um salário maior ou não. Essa ideia está no texto inicial que ainda não passou para as instâncias descritas acima. Dessa forma, essa decisão ainda pode ser mudada ou não.

Isabela Castro.