Valor do Salário Mínimo 2019




Proposta foi entregue ao Congresso Nacional para a aprovação do salário mínimo de R$ 1.006,00 para 2019.

Após as eleições de 2018, o brasileiro tem outras preocupações e uma delas é em relação ao valor do novo salário mínimo. Os trabalhadores têm interesse no valor que será determinado porque depende desta renda e as empresas também têm interesse para já começar a fazer os cálculos e saber qual será o gasto com folha de pagamento.

O governo fez a proposta de que o novo salário mínimo seja de R$ 1.006 e o projeto já foi entregue ao Congresso Nacional. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 953,00 e se for aprovada a proposta do governo, o reajuste passa a valer no dia 1º de janeiro de 2019, sendo pago a partir do mês de fevereiro.


A proposta para o novo mínimo e a estimativa de crescimento de 2,5% no PIB – Produto Interno Bruto, para o ano que vem. Em abril deste ano a estimativa era que o mínimo em 2019 fosse elevado para R$ 1.002, mas o governo acredita que seja possível chegar a R$ 1.006. Porém, se houver alguma previsão de mudança para a inflação em 2018, o governo ainda poderá alterar o valor, já que a fórmula para o cálculo do novo salário sofreria alteração nos valores.

Leia também:  Pagamento do PIS-Pasep 2018/2019

Se, de fato, o mínimo em 2019 for de R$ 1.006,00 será a primeira vez que o salário que é referência para milhões de brasileiros irá passar de mil reais.

Reajuste do Salário Mínimo

Para reajustar o salário mínimo, o governo segue uma fórmula onde é levado em conta o resultado do PIB dos dois últimos anos e também a variação do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor do ano anterior.


No caso do salário mínimo de 2019, a fórmula estipula que o resultado do PIB do ano passado, que teve alta de 1% seja somado com o INPC de 2018. Com as previsões feitas pela equipe técnica, o governo consegue enviar a proposta de um aumento para o congresso.

Leia também:  Salário Mínimo Ideal - Valor em Janeiro 2018

É importante ressaltar que um outro fator está embutido nesta fórmula, que é a compensação referente ao reajuste do salário mínimo do ano atual, que neste caso ficou abaixo da inflação. Mas este será o último ano em que será utilizada esta fórmula para correção do salário mínimo, ela vinha sendo usada desde 2012 e o novo presidente, Jair Bolsonaro, é que irá determinar como o mínimo será calculado a partir de 2020.

Se para o trabalhador brasileiro, que recebe um salário, o reajuste fica sempre abaixo de suas expectativas, para o governo a situação é mais complicada, pois tem um forte impacto nos gastos, já que os benefícios do INSS – Instituto Nacional do Seguro Social, pagos aos aposentados, nunca podem ficar abaixo do mínimo.

Segundo projeção feita pelo governo, a cada 1 real de aumento para o salário mínimo, há um aumento na casa dos R$ 300 milhões ao ano para as despesas.

Leia também:  Salário Mínimo 2018 - Valor

O Dieese – Departamento Intersindical de Estatística e Estudo Socioeconômicos – calcula que o salário mínimo no Brasil deveria ser hoje de R$ 3.674,77. Esse valor seria para uma família de até 4 pessoas cobrir seus gastos com moradia, alimentação, educação, saúde, vestuário, higiene, lazer, transporte e previdência.

Expansão do PIB

Para o governo, em 2019 haverá uma alta de 2,5 para o PIB – Produto Interno Bruto, o que mostraria uma aceleração do país em relação a este ano.

O PIB é a soma dos bens e serviços que são produzidos no Brasil e é uma forma de medir o crescimento da economia o país.

No caso da inflação oficial, que é medida pelo IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o governo estima que será de 4,25% no ano que vem.

Por Russel

Dinheiro