Salário Mínimo Ideal – Valor em Agosto 2017



  

Dieese afirma que valor do salário mínimo em agosto de 2017 deveria ser de R$ 3.744.

O Brasil vem passando por momentos muito delicados em sua economia. Vivemos em um momento de muita instabilidade, em que todos os setores têm sentido e refletido a crise. Contudo, o alvo maior da crise é sempre a classe mais baixa, que é a maior parte da população.

Em tempos de elevado número de desempregados em todo o país, a situação econômica que a maioria das famílias brasileiras têm passado não tem sido nada fácil. Diante de tanta inconsistência financeira, as famílias brasileiras têm realmente que fazer “mágica” para se sustentarem. Afinal, quanto custa o sustento de uma família no Brasil?

Um levantamento realizado recentemente apontou que o sustento de uma família formada por quatro pessoas deveria estar custando nesse mês de agosto do ano de 2017 o equivalente a R$ 3.744,83, valor este que está totalmente fora da realidade da maioria das famílias brasileiras que não conseguem nem a metade desse valor. Fato que comprova que o brasileiro não possui condições financeiras para ter acesso a tudo aquilo que precisa, como necessidades básicas.

A pesquisa foi realizada pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos, o chamado Dieese, que faz esse tipo de pesquisa todos os meses do ano.

Leia também:  Seguro-Desemprego - Quem tem direito a receber

Com o resultado divulgado nesta última terça-feira, dia 05 do mês de setembro, a pesquisa deixou muita gente surpresa, pois o valor indicado pelo estudo equivale a 4 vezes o valor do salário mínimo brasileiro atual, que é no valor de R$ 937.

O departamento considera na coleta dos dados, informações sobre os valores que suprem as necessidades consideradas básicas que o trabalhador brasileiro possui, assim como sua família. Essas necessidades são baseadas no que está previsto na Constituição, como alimentação, saúde, moradia, educação e outros gastos também considerados básicos.

Nesse sentido, o cálculo desse valor é feito considerando o preço atual da cesta básica.

No mês de agosto, a cesta básica com valor mais alto do país foi a de Porto Alegre, que custava o equivalente a R$ 445,76.





O Departamento verificou que entre os meses de julho e agosto, a diferença entre o valor do salário mínimo e o valor que ele deveria ser teve uma diminuição.

No mês de julho, por exemplo, o departamento calculou que o salário mínimo brasileiro deveria ser de R$ 3.810,36, o que seria mais de 4 vezes do valor do mínimo atual.

Como todos já sabem, o salário mínimo brasileiro foi oficialmente alterado para o valor de R$937 no dia 1º do mês de janeiro de 2017.

Leia também:  Calendário para Saque do FGTS Inativo

Para o Dieese, esse aumento do 1º dia do ano não teve nenhuma relevância, pois não conseguiu superar a inflação.

Diante disso, só se confirma o quanto o Brasil é atrasado nesse quesito, pois são milhões de famílias que praticamente têm que sobreviver com um salário mínimo, que não dá para satisfazer nem a metade das necessidades básicas, principalmente em famílias mais numerosas em que só uma pessoa trabalha.

Não bastasse esse salário mínimo de valor vergonhoso, a forte crise política e financeira acabou por atingir essas mesmas pessoas assalariadas, que muitas das quais perderam seus empregos e seus salários mínimos, tendo agora que buscar outros meios de se sustentarem. Ou seja, a grande massa brasileira não é de hoje que tem enfrentado grandes desafios, sem o mínimo de consideração por parte de nossos líderes políticos, que elaboram diversos projetos de leis, sem que nenhum seja voltado para a melhoria dessa questão do salário mínimo, que ao que parece nunca alcançará o valor necessário para atender às mínimas necessidades desses brasileiros, que em épocas de eleições possuem uma grande representação nas urnas.

Leia também:  Salário Mínimo Regional Rio Grande do Sul 2017

Sirlene Montes