Investimentos em Renda Fixa – Tipos, Prazos, Rendimentos




Renda Fixa é uma aplicação financeira que pode ser títulos de emissão Pública ou Privada, e com tempo de resgate fixo ou indeterminado.

Renda Fixa é uma aplicação financeira que garante entregar o capital principal aplicado mais juros do tempo em que os recursos ficaram investidos. Definindo melhor, a aplicação de fundos poupados em renda fixa quer dizer que o investidor tem o direito de obter de volta o valor aplicado acrescido de juros, como forma de gratificação pelo dinheiro emprestado.

Os títulos são subdivididos em duas categorias, os ativos de emissão pública e os de emissão privada.


Alguns exemplos de títulos de renda fixa de emissão privada: Certificado de Depósito Bancário (CDB), caderneta de poupança, Tesouro Direto, Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letra de Câmbio (LC).

Leia também:  Título de Eleitor Digital - Como Fazer

Os títulos de emissão pública, temos como exemplo os “papéis” do Tesouro Direto.

Todos esses documentos são boa opção para emprego em renda fixa, salientando que as LCI e LCA são livres da cobrança de imposto de renda e a LC não tem nenhum vínculo com as mudanças cambiais, mas sim são aplicações com funcionamento similares ao CDB.


Tempo para Resgate:

Os títulos podem ser por período fixo ou indeterminado quanto à duração de tempo e data para a liquidação.

Como exemplo de prazo fixo tem os títulos de CDBs ou letras de câmbio que o dia de quitação é determinado, consequentemente há um prazo de vencimento. Pode ser a curto prazo (até 2 anos), médio prazo (de 2 a 5 anos) ou longo prazo (acima de 5 anos).

Leia também:  Pesquisa Salarial 2018 - Diferença pela Escolaridade pode chegar a 118%

Com prazo indeterminado, temos como exemplo a caderneta de poupança, que não tem tempo de vencimento. Enquanto não for feito o resgate a caderneta de poupança pode prosseguir recebendo depósitos e acumulando juros.

Correção do Dinheiro:

A correção do valor aplicado em título de renda fixa podem se, prefixado ou pós-fixado. Prefixado é o título que o investidor de imediato sabe quanto será o lucro, como exemplo um CDB que assegura pagar 2% ao mês. De outro modo, um título que garante uma Taxa Referencial (TR) mais 0,5%, como a caderneta de poupança, é uma correção pós-fixada.

Como as LCI e LCA são livres da cobrança do Imposto de Renda, faz com que seja uma aplicação mais atrativa. Para um amparo contra a inflação por um período mais extenso, há o Tesouro IPCA+ (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), título do Tesouro Direto que possui términos mais longos, como 2035 e 2050.

Leia também:  Salário Mínimo 2019 - Nova previsão dada pelo Governo

Por Lucineia Fatima Campos

Investimento