FGTS – Como saber o saldo de contas inativas



  

Pode-se consultar o saldo por meio de e-mail cadastrado no site da Caixa ou pelo aplicativo FGTS Fácil.

Com o anúncio do governo informando que os trabalhadores já podem fazer as retiradas dos recursos que se encontram em diversas contas inativas do FGTS. A novidade provocou uma verdadeira tempestade de visitas ao site da entidade provocando até mesmo vários períodos de instabilidade. Entretanto, é bom destacar que há alguns outros meios para se fazer a verificação e saber qual é o valor que consta no saldo da conta. Uma dessas maneiras é por meio do e-mail que precisa ser cadastrado no site da Caixa Econômica. Neste caso, o próprio banco envia o valor do saldo da conta inativa do FGTS.

Por meio do aplicativo FGTS Fácil, disponibilizado para celulares e tablets, também é fácil. Para acessar usando o aplicativo o trabalhador precisa ter o número do NIS que, por sua vez, pode ser obtido no cartão do PIS, nos extratos do FGTS, cartão cidadão, carteira de trabalho e até mesmo com o empregador.

Com a posse do número do NIS o trabalhador deverá fazer um cadastro para o qual é necessário o número do CPF, identidade e título do eleitor.

Além da opção via internet e do aplicativo ainda vamos ter uma terceira opção sendo esta a mais tradicional. É só se dirigir presencialmente a qualquer uma unidade ou agência física da Caixa. Lembrando que aqui também é necessário que se apresente o número do NIS.

O FGTS foi criado com a principal finalidade de dar ao trabalhador a garantia de possuir uma reserva que poderia ser usada no momento que esse mesmo trabalhador se visse na situação de desempregado. Com isso, ele estaria assegurado para manter o sustento próprio nesse período. Tendo essa finalidade, o acesso aos depósitos do FGTS, sempre teve restrições. Outro ponto que muitas pessoas analisam é se seria melhor manter o dinheiro no fundo ou retirá-lo.





Leia também:  Saque do FGTS de Contas Inativas

Alguns especialistas em finanças apontam que do ponto de vista financeiro a retirada do valor do fundo é recomendável. Isso porque se permanecer na conta o rendimento será muito baixo (cerca de 3%).

É importante observar que o FGTS não tem em sua essência a função de poupança. Seu principal objetivo é possibilitar um certo equilíbrio financeiro para o trabalhador caso este seja demitido sem justa causa.

Para entrar em contato com a Caixa via internet e verificar o saldo de sua conta clique aqui – www.caixa.gov.br/beneficios-trabalhador/fgts/Paginas/default.aspx.

Por Denisson Soares

FGTS