Juro do cartão de crédito chegou a 13,23% am em setembro



  

Em setembro deste ano, as taxas de juros para as operações com o cartão de crédito tiveram a maior alta em 19 anos.

De acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac), as taxas de juros para as operações com o cartão de crédito tiveram a maior alta em 19 anos. Em setembro a taxa média chegou a 13,23% ao mês (361,40% ao ano), o maior patamar desde março de 1996. A alta ocorreu em todas as seis linhas de crédito pesquisadas (comércio, cartão de crédito rotativo, cheque especial, CDC- bancos-financiamentos de veículos, empréstimo pessoal- bancos e empréstimo pessoal- financeiras), que tiveram aumento para o consumidor (pessoa física).

No comércio, os juros foram de 5,30% ao mês para 5,32% (86,26% ao ano). No cheque especial, a taxa subiu de 10,14% em agosto para 10,24% em setembro (222,16% ao ano).

O juro dos empréstimos nos bancos para a compra de automóveis (CDC) subiu de 2,14% para 2,20% (29,84%). A taxa dos empréstimos pessoais nos bancos saltou de 4,15% para 4,20% (63,84%), enquanto nas financeiras a taxa cobrada neste tipo de empréstimo foi de 7,72% para 7,80% (146,28% ao ano).

Segundo Miguel Ribeiro de Oliveira, diretor de pesquisas econômicas da Anefac, esse é o resultado do aumento da inadimplência, que por sua vez é fruto do crescente desemprego e que acaba acarretando alta nos juros, pelos bancos causando um verdadeiro efeito cascata. Ele afirma ainda, que a alta dos juros para os consumidores deve seguir ainda nos próximos meses. Ainda em maio deste ano, a Anefac já evidenciava uma alta nas taxas dos juros de cartões de crédito de 300% ao ano, o que demonstra um aumento crescente desde então.





Leia também:  Salário Mínimo de 2018 pode ser de R$ 979

A Anefac considera ainda a alta dos juros ao avanço da Selic, a expectativa de mais aperto monetário em função da inflação e maior carga tributária.

Por Lilian de Oliveira

Cartão de crédito

Foto: Divulgação