Intenção de Consumo das Famílias registrou queda em setembro



  

Em setembro houve um recuo de 2,4% na intenção de consumo das famílias brasileiras em comparação ao mês de agosto. Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi de 34,5%.

O ICF – Intenção de Consumo das Famílias – é um indicador que fica sob a responsabilidade da CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens,  Serviços e Turismo e apontou um dado preocupante: em setembro houve um recuo de 2,4% na intenção de consumo das famílias brasileiras.

A queda foi em relação a agosto deste ano e de acordo com a entidade o índice chegou a somente 79,8 pontos. Em relação ao mesmo período do ano passado a queda foi de 34,5%.

Pela oitava vez seguida o índice registra uma queda, apontando que as famílias brasileiras não acreditam que a situação econômica do país irá melhorar a curto prazo. O índice começou a ser feito em 2010 e desde então este é o mês onde os quesitos que são apurados registram os menores valores.

Leia também:  Saque do PIS-Pasep para Idosos

Em agosto a inflação apresentou uma desaceleração, mas isto não convenceu os brasileiros de que a situação vai melhorar e as famílias preferem continuar segurando na hora da compra.





Um dos componentes utilizado neste índice é o "Nível de Consumo Atual" e ficou entre os mais baixos, obtendo apenas 59,9 pontos. Uma queda de quase 4% em relação a agosto. A grande maioria das famílias brasileiras declarou que está consumindo bem menos do que em 2014.

E há vários fatores fazendo com que as famílias continuem reduzindo o consumo, por exemplo, o elevado custo do crédito tem dificultado as compras, assim como o endividamento que continua alto. Tanto é que o componente "Acesso ao Crédito" registrou nova baixa, tendo uma queda mensal de 3,2% e 37,4% anual.
Tem um componente que é responsável por apurar a satisfação do brasileiro com o seu emprego e este foi o único que ficou positivo, registrando 106,9 pontos, mesmo assim, em relação a agosto apresentou uma queda de 18,8% mostrando que a insatisfação com o emprego continua crescendo.

Leia também:  Pagamento PIS 2018 - Nascidos em Agosto

E a CNC revisou a expectativa de vendas no varejo para este ano e o resultado é uma queda acentuada, com retração na casa dos 3%, sendo que em agosto a expectativa era que a queda fosse de 2,4%.

Por Russel

Consumo das famílias