Juros do cartão de crédito chegaram a 395,3% ao ano



  

Taxa de juros do cartão de crédito bateu todos os recordes e atingiu 395,3% ao ano. Consumidores devem evitar ao máximo utilizar o crédito rotativo.

A taxa de juros do cartão de crédito já chegou a 395,3% ao ano, um índice que bateu todos os recordes desde março de 2011. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (26) pelo Banco Central.

Comparando os meses de julho e junho, a taxa média teve um aumento de 23,2%.

O "rotativo do cartão de crédito" trata-se da operação onde o cliente precisa fazer o financiamento do saldo devedor do seu cartão, pagando somente uma parte da fatura, ou seja, é o que vem acontecendo com a grande maioria dos usuários do cartão de crédito que principalmente nesta época de crise, não está conseguindo pagar o valor total da fatura, pagando muitas vezes apenas o valor mínimo. Mas entram também no "rotativo do cartão de crédito" os saques que são realizados com o cartão.

Leia também:  Dinheiro das Contas Inativas do FGTS - Transferência para outros bancos

Túlio Maciel, que é chefe do Departamento Econômico do Banco Central, informou aos consumidores para evitarem a todo custo o "crédito rotativo", que é válido tanto para o cartão de crédito como também para o cheque especial. O custo é altíssimo e não compensa usar estes serviços.

O crédito rotativo somente deve ser usado em caso de uma urgência e mesmo assim, por um curtíssimo espaço de tempo.





O aumento de junho para julho foi de 1,3% para a taxa de compras parceladas com juros, assim como para o parcelamento da fatura do cartão de crédito e também para os saques parcelados, ficando assim, em 119,5% ao ano.

O cheque especial também está com os juros elevadíssimos, a taxa subiu 5,6% de junho para julho e agora está em 246,9% ao ano.

Outro cuidado é quanto ao crédito consignado, aquele onde os descontos são feitos na folha de pagamento, pois apesar de ser bastante tentador, este empréstimo teve aumento nos juros, de 0,5% e está em 27,8% ao ano.

Leia também:  Saque do PIS-Pasep para Idosos

Houve uma queda registrada para os juros do crédito destinado à compra de automóveis, para ver se melhora a venda de veículos. Para este crédito, a queda foi de 0,2%, ficando em 24,5% ao ano.

Por Russel