Bandeira vermelha na conta de luz poderá ter redução de 18%



  

Várias térmicas foram desligadas e, com isso, será possível reduzir o valor da tarifa da bandeira vermelha na conta de energia elétrica.

Devido ao aumento das chuvas há a possibilidade de redução de 18% da bandeira vermelha na fatura da energia elétrica. Outro motivo é a redução no consumo de energia que se deu por conta da desaceleração da economia. O cenário mais favorável fez com que algumas térmicas fossem desligadas, diminuindo os custos para a geração de energia.

O sistema de bandeiras tarifárias foi instituído no início do ano e permite o repasse mensal dos consumidores de parte do custo extra que as distribuidoras têm, devido ao aumento do custo para se produzir energia. Cada uma das cores da bandeira é impressa nos boletos e sinaliza o custo da energia. Se estiver na cor verde, o custo é normal, na cor amarela será cobrado mais R$ 2,50 para cada 100 kWh e na bandeira vermelha a cobrança é de R$ 5,00 a mais para cada 100 kWh consumido.

Leia também:  Salário Mínimo Regional Rio Grande do Sul 2017

A presidente Dilma já havia sinalizado uma possível redução na tarifa durante o evento de lançamento do Plano de Investimento em Energia Elétrica. Na ocasião, ela afirmou que o governo pretende reduzir o valor cobrado na bandeira vermelha em até 20%. O anúncio veio depois do ministro Eduardo Braga anunciar o desligamento de 21 usinas térmicas, que apresenta um maior custo de produção. Dessa forma, espera-se uma economia mensal de cerca de R$ 5,5 bilhões.





Devido à falta de chuvas, o armazenamento nas represas das hidrelétricas foi prejudicado. O que fez o governo manter operando todas as térmicas disponíveis desde o fim de 2012 e início de 2013. Como os custos são mais caros, o repasse foi feito para o consumidor comum, que viu suas contas de luz com valor cada vez mais elevado.

Leia também:  Empréstimo Consignado - FGTS poderá ser Usado como Garantia

Outros motivos também ajudaram a aumentar os custos do setor de energia, como a redução do valor das contas em 20% em 2012. O governo apenas antecipou a renovação das concessões e pode fazer o repasse, que acabou tendo um efeito negativo, uma vez que o consumo e a demanda por energia aumentaram em pouco tempo. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Bandeira vermelha da conta de luz