Juros do cheque especial atingiram 241,3% ao ano em junho



  

Juro de cheque especial atingiu seu maior patamar desde 1995. Juros do cartão de crédito também estão em alta, registrando 372% ao ano.

Desde 1995 que não se via um juro tão alto para o cheque especial, que já soma 241,3% ao ano! A nova alta registrada em junho elevou o juro para o cheque especial a um patamar que não se via há quase 2 décadas, de acordo com as informações divulgadas pelo Banco Central na última quinta-feira (30).
No mês de maio a taxa já estava a 232% ao ano e em junho foi para 241,3% ao ano, registrando um aumento nos juros do cheque especial de 9,3%.

Para se ter uma noção mais precisa do que isso significa na vida do brasileiro, vamos tomar a título de exemplo uma dívida no cheque especial, no valor de R$ 1.000,00. Daqui a 12 meses, esta dívida estará em R$ 3.413,00.

Leia também:  Salário Mínimo Regional Rio Grande do Sul 2017

No final do ano de 2013, os juros do cheque especial estavam em 148,1% ao ano, o que representa um aumento de 93,2% só nos últimos 18 meses.

Não precisa nem dizer que a dica dos especialistas é para que ninguém utilize o cheque especial e quem já está utilizando, trate de pagá-lo o mais rápido possível. Quem está devendo o cheque especial e tem dinheiro aplicado na poupança, deve retirar o montante da poupança para efetuar o pagamento do cheque especial, já que o rendimento da poupança não é capaz de cobrir os juros do cheque especial. E mesmo quem tem outros investimentos, deve fazer as contas, porque dificilmente vai encontrar um investimento que pague juros maiores do que é cobrado no cheque especial.





E os juros do cartão de crédito também estão em alta e eles atingem os usuários que não efetuam o pagamento total da fatura. Em junho os juros do cartão já chegaram a 372% ao ano, sendo a maior entre todas as modalidades de crédito. No mês de maio, o juro do cartão de crédito era de 360,5% ao ano. Em junho, o aumento foi de 11,5%.

Leia também:  FGTS Inativo - Caixa pode Depositar Crédito Automaticamente nas Contas

O aumento da taxa de juro para o cheque especial e o cartão de crédito acompanha a alta da taxa básica, que foi fixada pelo Banco Central, no intuito de conseguir conter a inflação.

Por Russel

Juros do cheque especial