Crise afeta a previsão de aumento dos salários no Brasil



  

As empresas estão pessimistas e não querem arriscar em dar aumento de salário aos funcionários nesta época de crise.

Se conseguir manter o emprego neste tempo de crise não está fácil, imagine só quem pensa em ganhar um salário. Diante da atual situação em que o país se encontra, boa parte das empresas já começaram as demissões e as que não demitiram estão tendo que traçar novas estratégias para conseguirem se manter "vivas". E este não é o cenário ideal para se falar em aumento de salários.

A consultoria Grant Thornton fez uma pesquisa, onde foram ouvidos 2.580 empresários de vários países e somente 8% deles estão dispostos a dar aumento para seus funcionários aqui no Brasil. Em janeiro, o salário mínimo tem um aumento, de acordo com a inflação e a grande maioria dos brasileiros só terá este aumento de salário, que na verdade é um reajuste e não um aumento como muitos dizem.

Leia também:  Valor do Salário Mínimo 2018

As empresas não estão vendo um futuro promissor, pelo menos a curto e médio prazo e não querem se arriscar com o aumento das despesas na folha de pagamento.

Nessa pesquisa realizada pela Grant Thomton, o número de empresas que tem otimismo para os próximos meses é de praticamente zero. A instabilidade econômica é a principal causa para tanto pessimismo das empresas, pois além delas terem que conviver com a atual crise, não recebem nenhuma confirmação de que a situação vai melhorar, pelo contrário, o alerta é de que as coisas piorem ainda um pouco mais.





A inflação no Brasil já atingiu altos níveis e o Governo não consegue dominar a situação, prometendo uma inflação menor somente para 2016, mas sem dar nenhuma prova de que irá conseguir isso. A economia não dá sinais de crescimento, pelo contrário, a tendência é cair um pouco mais, pois nem o Dia das Mães e o Dia dos Namorados conseguiram animar indústria e o comércio.

Leia também:  Pagamento do PIS-PASEP - Nascidos em Março e Abril

Diante de tudo isso, como um funcionário pode pensar em querer aumento? Mesmo que ele mereça, mesmo que a empresa tenha essa intenção, ambos terão que esperar um pouco mais, ou muito mais, pelo menos até que a economia dê sinais de que vai melhorar.

Por Russel

Salário