Índice de Confiança do Consumidor em Abril de 2015



  

Confiança do Consumidor sofre queda em abril de 2015. Índice de Expectativa do Consumidor já acumula queda de 9,3% este ano.

Nesta segunda-feira, dia 27 de abril, a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) divulgou o Índice de Confiança do Consumidor no mês de abril de 2015. De acordo com a CNI, neste mês de abril tivemos uma queda de 1% se compararmos com o mês anterior, chegando assim aos 99 pontos. Esta queda chega depois de termos registrado estabilidade no mês de março. 

Não bastasse a queda no Índice de Confiança do Consumidor, também tivemos queda no Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), que agora já acumulou uma perda de 9,3% durante todo o ano. Vale lembrar que neste mesmo período de 2014 o valor do Inec que foi registrado era de 8,9%.

Este foi o segundo mês do ano que tivemos variações expressivas no Inec. Se compararmos os números registrados com o mês de março, podemos perceber um recuo nos índices de expectativa de Inflação e Desemprego. Isso significa que há uma maior preocupação do consumidor com o cenário macroeconômico.

Leia também:  Calendário do PIS 2017

Se compararmos com o mês de abril do ano passado, a maior queda registrada foi a de expectativas com relação ao desemprego, que teve uma queda de 19,7%. Já a segunda maior queda foi com relação a situação financeira, que registrou um recuo de 13,4% se compararmos com o mesmo período de 2014.





Apesar da queda do índice de situação financeira se comparado com o ano passado, na comparação com o mês de março este mesmo índice teve uma alta de 7,7%. Outro índice que aumentou se comparado com o mês de março foi o de exectativa da própria renda, que sofreu uma alta de 11,9%.

Por fim, o índice de endividamento ficou praticamente estável de março para abril.

Índice de Confiança do Consumidor em São Paulo:

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) também divulgou o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) em São Paulo. Segundo a FecomercioSP, se compararmos com abril do ano passado, este ano teve uma queda de 15,5%. Com isso, o índice chegou aos 101,6 pontos este mês, ficando próximo dos 100 pontos, marca que divide o índice em otimismo e pessimismo. Se compararmos este mesmo índice com o mês de março, podemos notar uma queda de 5%. Este é o menor patamar já registrado desde novembro de 2002, mês que o índice registrou menos de 100 pontos. 

Leia também:  Consulta do Saldo do FGTS por meio de Aplicativo