Salário Mínimo RS 2015 – Valor do Piso Salarial Regional



Confira aqui o Valor do salário mínimo Regional no Rio Grande do Sul. Piso Salarial será válido por todo o ano de 2015.

O reajuste do salário mínimo foi autorizado para que entrasse em vigor a partir do dia 1° de fevereiro deste ano em todos os estados brasileiros, contudo, no Rio Grande do Sul isso não aconteceu. Nesse Estado, a emissão de uma liminar vetou o reajuste.

Atualmente, o estado gaúcho possui pisos salariais que vão de R$ 1.006,88 a R$ 1.276,00.



No Rio Grande do Sul há cinco patamares de remuneração. A primeira é de R$ 1.006,88, ela engloba os trabalhadores da pecuária e agricultura, empregados de indústrias do ramo estrativista, empregados domésticos, empregados de estabelecimentos hípicos, trabalhadores de garagens, motociclistas no transporte de documentos e de embalagens pequenas (Motoboy), entre outros.

Leia também:  Seguro-Desemprego pela Internet

No que se refere à segunda faixa, ela compreende os trabalhadores que recebem um salário igual à R$ 1.030,06, neste patamar estão incluídos os trabalhadores da indústria calçadista e de vestuário, industria de artefatos em couro, vendedores ambulantes, trabalhadores das telecomunicações, operadores de voip, colaboradores das indústrias de papelão, papel, cortiça, além de empregados de restaurantes, hotéis e bares. Vale lembrar que algumas outras categorias também estão incluídas nesta faixa.

A terceira faixa é composta por salário de R$ 1.053,42, nesta faixa estão presentes os trabalhadores do setor imobiliário, indústrias da alimentação, trabalhadores no comércio armazenador, empregados de distribuidoras cinematográficas, auxiliares de administração de armazéns, etc.

Leia também:  Consultar Nome no Serasa Experian pelo Computador


Na quarta faixa são mantidos os trabalhadores de segmentos que recebam R$ 1.095,42. Este é o patamar que inclui maior número de ramos, segmentos e tipos de trabalho. Nele estão trabalhadores de indústria metalúrgica, marinheiros fluviais de convés, cozinheiros fluviais, empregados em terminais de contêineres, colaboradores da indústria mecânica e elétrica, agentes autônomos de seguros privados e de crédito, marinheiros fluviais de máquinas e vigilantes.

Na última faixa, de R$ 1.276, estão sendo considerados os trabalhadores com nível técnico completo em cursos concomitantes (realizados ao mesmo tempo em que o aluno cursa o ensino médio), subsequentes e integrados.

Por Melina Menezes