Diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu em SP



  

Uma informação muito importante para as mulheres, pois de acordo com pesquisa divulgada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) na região metropolitana de São Paulo, a diferença salarial entre homens e mulheres diminuiu e alcançou o menor índice desde o ano de 1985 quando foi dado início na divulgação dos dados dessa pesquisa.

Segundo dados do Dieese, a média salarial para as profissionais do sexo feminino foi, no ano de 2014, pago em média de R$ 9,80 por hora trabalhada, sendo que os homens receberam em média, uma faixa salarial de R$ 12,04 por hora trabalhada.

A conclusão do Dieese é que o salário pago para as mulheres ficou representado em 81,4% ao salário pago aos homens em 2014, sendo que no ano anterior, 2013 essa porcentagem era de 77,1%.

Outra importante informação é que o salário líquido mensal recebido pelas mulheres foi de R$ 1.594, isso representa 71,96% do rendimento líquido dos homens, que em média fizeram jus a uma remuneração média de R$ 2.215.

Leia também:  Salário Mínimo Ideal - Valor em Abril 2017

O interessante é que em média, as mulheres cumprem uma jornada de trabalho bem menor do que a dos homens, ficando na média semanal de 38 horas, sendo cinco horas a menos do que a jornada cumprida pelos homens, que segundo a pesquisa é de 43 horas semanais.





Outro dado que pode trazer preocupação as mulheres é o referente à taxa de desemprego que aumentou na região metropolitana de São Paulo, sendo que antes esse índice era de 11,7% subindo para 12,2% entre os anos de 2013 e 2014.

Agora a participação das mulheres no competitivo mercado de trabalho da região permaneceu inalterada, ficando em 55,1%, valor exatamente igual ao mesmo valor de 2013, sendo eu em 2012, esse índice era de 56,1%.

Leia também:  Pagamento PIS 2018 - Nascidos em Agosto

O fato é que as mulheres estão cada vez mais ocupando cargos importantes em diversos setores do mercado de trabalho e isso é muito importante para a igualdade e para a conquista dos direitos iguais, sendo que os dados dessa pesquisa revelam que ainda existe uma diferença errônea de visão em relação à remuneração de homens e mulheres, o que é lamentável, pois quem ocupa o mesmo cargo deve receber o mesmo salário, independente de sexo.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Diferen?a do sal?rio da mulher