Expectativas para o Brasil em 2015 são de crescimento nulo e de inflação alta



  

As notícias na economia são bem desanimadoras para todo o ano de 2015. De acordo com o Relatório de Mercado Focus, o PIB deste ano será de 0% e, consequentemente, haverá uma alta inflação neste período.

O indicador do PIB por sexta vez consecutiva marcou para baixo, assim ele passou de ser de 0,03% para 0,00%. Essa variação negativa vai contra as expectativas que havia há quatro semanas atrás, nesse período esperava-se que o PIB tivesse uma variação de 0,40% positiva.

Esta situação de desaceleração da economia foi confirmada pelo Presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. O Presidente reconheceu que a País deverá continuar no processo de estagnação econômica durante 2015 e que logicamente com esse resultado, a inflação tende a permanecer alta.

Sobre a inflação, o que se tem a dizer é que é esperado que o valor alcançado supere a meta de 6,5%. Somente no mês de janeiro foi detectada uma alta de 1,24% nos preços. Considerando que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo aumentou 7,14% em doze meses, isso significa um aumento previsto de 1,02% ainda no mês de fevereiro. A taxa Selic também teve um aumento considerável neste ano e segundo as informações cedidas pelo mesmo Relatório Focus, ela finalizará este ano em 12,5%.

Leia também:  Dinheiro das Contas Inativas do FGTS - Transferência para outros bancos

Ainda de acordo com o Relatório Focus em 2015 não foram detectadas mudanças para o dólar e no que diz respeito ao Investimento Estrangeiro Direto (IED), ele será suficiente apenas para cobrir o resultado negativo em 2015, assumindo o valor de US$ 60 bilhões.





Uma das principais razões para o aumento da inflação é o acréscimo dos preços do combustível, energia elétrica, entre outros. Para estes produtos foi identificada uma alta de preços de 9,3%. 

Segundo os economistas, para o ano de 2016, as previsões são mais animadoras. Cogita-se que a indústria contará com uma expansão de 2,5%, configurando uma alta na economia de 1,5%. Já o IPCA para 2016 poderá chegar a 5,6% no final deste ano. No que se refere à expectativa de alta nos preços dos produtos que neste ano fizeram grande diferença no aumento da inflação (gasolina, energia elétrica) estima-se que para o ano de 2016 a inflação destes seja menor. Sobre a taxa Selic, ao contrario do que acontecerá em 2015, em 2016 ela poderá baixar, chegando a 11,5%.

Leia também:  Consumidor mostra sinais de confiança no mercado

Continuando as perspectivas para o ano de 2016 nesta semana, as estimativas para o dólar permanecem praticamente inalteradas e em R$ 2,82. A balança comercial para o próximo ano até uma melhora substancial e o IED será um pouco abaixo do esperado ainda na semana anterior, fechando em US$ 59,9 bilhões e não em US$ 60 bilhões.

Por Melina Menezes

Economia brasileira



Um comentário em “Expectativas para o Brasil em 2015 são de crescimento nulo e de inflação alta

  1. CONVOCAÇÃO:

    MARCHA PARA INTERVENÇÃO MILITAR CONSTITUCIONALISTA
    DATA: 28/03/15
    HORA: 14-15:00H
    LOCAL: MASP –
    AV. PAULISTA – SP

    BRAVA GENTE BRASILEIRA
    OU VIVER A PÁTRIA LIVRE
    OU MORRER PELO BRASIL
    FORA COMUNISTAS!!

    Se a Pátria querida for
    envolvida
    Pelo inimigo, na paz ou
    na guerra
    Defende a terra
    Contra o perigo
    Com ânimo forte se for preciso
    Enfrenta a morte
    Afronta, se lava com
    fibra de herói
    De gente brava
    Bandeira do Brasil
    Ninguém te manchará
    Teu povo varonil
    Isso não consentirá
    Bandeira idolatrada
    Altiva a tremular
    Onde a liberdade
    É mais uma estrela A
    brilhar