Alta do salário mínimo não compensará o aumento dos preços em 2015



  

Você já percebeu que todos os anos o salário mínimo tem um aumento, não é mesmo? Porém, você já verificou que o aumento do salário mínimo não compensa o aumento de preços? É isso mesmo. O salário mínimo sobe e os preços dos alimentos, petróleo, farmácia, etc, tudo sobe junto. Esse impacto não será compensatório no próximo ano.

O valor do Produto Interno Bruto (PIB) de 2015 será negativamente impactado e o ganho do salário mínimo nos levará a acreditar que está cada vez menor. Antigamente, um trabalhador ia até o supermercado com R$ 100 e conseguia fazer as compras do mês. Hoje, se você for ao supermercado com esse valor pode ter certeza de que conseguirá comprar somente o básico da semana. Isto se dá porque temos juros altos e a inflação está no limite extremo.

Leia também:  Taxas de juros do cheque especial subiram novamente

Contudo, o cenário para 2015 é no mínimo preocupante, pois é grande a quantidade de trabalhadores que ganham um salário mínimo por mês e precisam fazer outros bicos para conseguir pagar todas as contas e trazer o sustento no fim do mês. Os cidadãos não estarão livres dos efeitos desses reajustes. Esse valor exorbitante das inflações é o que há de pior na economia, porque todos saem perdendo. Não só os trabalhadores, mas as empresas e até o governo.





Você pode estar se perguntando, por que esse ano o impacto não foi tão grande assim? Esse ano o impacto não foi muito alto por que o reajuste salarial compensou. Porém, isso não irá se repetir no próximo ano, pois haverá impacto na gasolina que interfere na vida de milhares de brasileiros que possuem carro e precisam dele para se deslocar até o trabalho. Isso irá afetar a renda familiar e em conseqüência alguns brasileiros terão de optar por outros recursos mais baratos. Claro que ter um carro é bom, porém, o custo em mantê-lo é alto no Brasil. 

Leia também:  Consulta do Saldo do FGTS por meio de Aplicativo

Por Luciana Viturino



11 comentários em “Alta do salário mínimo não compensará o aumento dos preços em 2015

  1. Infelizmente estamos vivendo num país onde o poder político fala mais alto e o povo é simplesmente esquecido. Como já disseram aqui há 12 anos atrás realmente tínhamos condições de fazer uma boa compra, embora o salário só teve um aumento entre R$ 10,00 e R$ 11,00, Isso não é um salário digno, mais as compras em supermercados era muito bem aceito. Mas, hoje em dia ter um aumento acima de R$50,00 não é suficiente para um pai de família. Ficamos acarretados com aumentos abusivos de produtos. Infelizmente não podemos questionar. Reclamamos em silêncio, pois, o governo nada irá ouvir a nossa reclamação. Fica aqui a nossa queixa e o nosso questionamento. Espero que daqui a 4 anos que venha um novo governo que possa olhar para esse povo sofrido. Que muitas das vezes são iludidos e enganados por falsas promessas dos políticos.