Dúvidas entre a equiparação do salário mínimo e a aposentadoria



Em época eleitoral muitas promessas são feitas. Uma delas, e que deixa muita gente confusa, é em relação ao salário mínimo. Isso leva a outras dúvidas frequentes como a equiparação salarial em relação à inflação e coisas parecidas, mas a verdade é que milhares de aposentados e pensionistas do Brasil não têm essa equiparação igual ao do salário mínimo.

Quem recebe mais de um salário geralmente tem um aumento sempre menor o que o faz perder ao longo dos anos o poder de compra atrapalhando as finanças e não sendo correspondido de acordo com tudo aquilo que o mesmo contribuiu por toda a vida.



O processo de desaposentação também é outro ponto pouco divulgado que gera muitas dúvidas e que muito se quer sabem do que se trata. A advogada Melissa Folmann, que é especialista em Direito Previdenciário, explica que tal processo é uma renúncia da atual aposentadoria, para que no futuro próximo o indivíduo possa se aposentar de forma mais vantajosa. Como, por exemplo, um trabalhador que se aposentou por tempo de contribuição e não por idade e continuou a trabalhar e a contribuir para o INSS, dessa forma no futuro ele pode pedir a desaposentação quando atingir a idade suficiente para na sequência solicitar novamente a aposentadoria onde seriam contemplados tanto o período de contribuição já citado quanto, nesse momento, a idade ideal.

Leia também:  Salário Mínimo 2018 - Valor

Em relação à estabilidade para profissionais que estão próximos da aposentadoria, Melissa explica que se faltar até 12 meses para o trabalhador efetivamente se aposentar, ele entra no período de pré-estabilidade, isso pode variar de acordo com a categoria profissional do trabalhador, mas de forma geral um ano é o período que garante a segurança da estabilidade.

Ainda devido à época das eleições, Melissa alerta que ninguém precisa se preocupar se não puder votar, basta não deixar de se justificar. Quem for aposentado por invalidez, por exemplo, a advogada esclarece que não há vínculo entre o direito à cidadania, que é o seu direito/dever ao voto, e a aposentadoria por invalidez. Porém, ela alerta que o aposentado por invalidez não pode deixar nunca de comparecer ao INSS quando convocado para recadastramento, que é uma outra questão, isso sim pode prejudicar e até cancelar a aposentadoria.

Leia também:  Salário Mínimo 2019 - Nova previsão dada pelo Governo


Por Vivian Schetini