Tendências de Emprego – Profissionais das áreas exatas estão em alta



  

O mercado de emprego está em constante modificação com o decorrer do tempo e isto faz com que diversos tipos de profissões estejam em alta ou não na preferência do mundo do trabalho.

A mais nova notícia com relação às tendências do mundo profissional foi mostrada por uma recente pesquisa feita pelo Inper (Instituto de Ensino e Pesquisa) em parceria com a USP (Universidade de São Paulo) a qual demonstrou que o mercado de trabalho possui, na atualidade, uma grande carência de profissionais capacitados na área exata enquanto na atuação de profissionais específicos na área de ciências humanas há um excesso de trabalhadores disponíveis.

Este estudo, realizado a partir de dados obtidos nos censos dos anos de 2000 e 2010, apontou de forma mais detalhada uma diminuição no valor dos salários oferecidos para profissões nas áreas de marketing, administração, publicidade e comunicação social ao mesmo tempo em que identificou um aumento no valor das remunerações oferecidas nos ramos de engenharia, medicina, ciências sociais, arquitetura e economia em decorrência da falta de profissionais qualificados nestas áreas.





As conclusões deste estudo do Inper são consolidadas pela Confederação Nacional da Indústria a qual divulgou uma necessidade de aproximadamente mais 91 mil novos trabalhadores especializados no ramo de ciências exatas até o ano de 2014 com altos índices de empregabilidade especialmente para áreas como engenharia e economia.

Deste modo, na projeção atual do mercado de emprego a grande tendência e possibilidade de obtenção de um trabalho com bons salários foi transferida das ciências humanas para as ciências exatas e sociais.

Por Ana Camila Neves Morais