IGP-M apresentou alta na 2ª prévia de abril de 2012




A segunda prévia do IGP-M (Índice Geral de Preços-Mercado), divulgado pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, para o mês de abril, apresentou aumento de 0,36% quando comparado à primeira prévia do mês. Nos primeiros dias de abril, o resultado foi de 0,35%, sendo que a segunda pesquisa atingiu o patamar de 0,71%.

O IGP-M é considerado fundamental para medir a economia, pois ele é usado como referência na hora de reajustar contratos de aluguel em todo o Brasil.


Entre os subíndices usados para medir o IGP-M, o que mais influenciou nesse resultado foi o IPA – Índice de Preços ao Produtor Amplo que fechou a prévia em 0,77%. Ao ser comparado com o mesmo período do mês anterior a diferença foi de 0,45%. Sendo que o grupo de alimentos processados teve o maior aumento, passou de -0,43% para 1,34%.

O IPC – Índice de Preços ao Consumidor, outro grupo usado para calcular o IGP-M, apresentou variação de 0,9%, passou de 0,43% na primeira prévia para 0,52% na segunda prévia, sendo que o setor de vestuário foi o que mais aumentou, passou de 0,18% para 0,96%.

O terceiro grupo do IGP-M é o Índice Nacional de Custo da Construção que fechou a segunda prévia em 0,82%.


Por Joyce Silva