Queda na Criação de Empregos Formais – Março de 2012



De acordo com os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), o número de empregos formais apresentou queda de 25,8% no mês de março, em comparação ao mês de fevereiro.

Foram realizadas 1,88 milhão de admissões contra 1,76 milhão de demissões. Ao todo foram gerados mais de 111 mil novos empregos com carteira assinada no mês passado.



Os dados referentes aos primeiros três meses do ano mostraram que foram criados 442.608 empregos, o que significou uma redução de 24,1% quando comparado ao mesmo período de 2011, no ano passado foram criados 583.886 empregos.

O saldo negativo foi influenciado pela indústria de transformação, que apresentou perda de 5.048 postos de trabalho. A principal causa desse resultado foram as demissões que aconteceram na indústria alimentícia. A agricultura também teve queda e ficou com saldo negativo, nesse caso o número de perdas foi de 17.084 postos de trabalho.

Leia também:  Salário Mínimo 2018 - Valor

Apesar desse cenário pessimista, alguns setores apresentaram aumento no número de trabalhadores empregados, foi o caso do segmento de serviços (que foi o responsável pela contratação de 38.182 profissionais) e o de construção civil (que empregou 35.935 trabalhadores).



Por Joyce Silva