IPC-S apresentou variação de 0,51% na 3ª prévia de março de 2012



  

O último levantamento do Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) apresentou variação de 0,51%. O resultado foi 0,04 ponto percentual acima do registrado na avaliação anterior. Das sete capitais pesquisadas, três apresentaram elevação no indicador: Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Salvador, Belo Horizonte e Recife tiveram decréscimo no IPC-S, enquanto que Porto Alegre não sofreu nenhum tipo de variação com relação ao estudo realizado na semana do dia 15 de março.

A porcentagem para Salvador passou de 0,51% para 0,39%; a de Brasília foi de 0,64% para 0,70%; a de Belo Horizonte passou de 0,76% para 0,65%; a do Recife foi de 0,88% para 0,77%; a do Rio de Janeiro cresceu de 0,48% para 0,52%; a de Porto Alegre manteve-se em 0,47%; e a de São Paulo registrou alta de 0,22% para 0,40%.

O índice de Brasília sofreu alta principalmente pelos setores de Habitação (1,14% para 1,49%) e Saúde e Cuidados Pessoais (alta de 0,59% para 0,75%). No caso de Porto Alegre, a variação nula foi positiva devido ao fato de quatro itens terem apresentado alta, enquanto os outros quatro tiveram baixa. Para Recife, cinco dos oito quesitos tiveram retração, com foco nos itens Vestuário (0,79% para 0,42%) e Transportes (0,43% para 0,09%).





No caso do Rio de Janeiro, quatro classes de despesa tiveram alta, principalmente Vestuário (0,85% para 1,33%) e Habitação (0,91% para 1,22%). Em Salvador, seis de oito quesitos sofreram retração, destacando-se os segmentos Educação, Leitura e Recreação (0,45% para 0,03%) e Habitação (1,32% para 1,13%). São Paulo apresentou alta de seis de oito classes de despesa, sendo que obtiveram retração apenas os setores de Comunicação (-049% para -0,70%) e Educação, Leitura e Recreação (0,37% para 0,29%). Por último, Belo Horizonte apresentou queda em cinco de oito indicadores, destacando-se a Habitação (1,49% para 1,19%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,79% para 0,54%).

O próximo levantamento do IPC-S, avaliando-se os resultados regionais, está programado para ser divulgado no dia 3 de abril.

Por Matheus Camargo

Fonte: FGV