Utilização do FGTS para habitação em 2011 – Informações



  

O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) injetou na economia brasileira R$ 94,4 bilhões no ano passado. Do total, R$ 56,7 bilhões foram aplicados através de saques e R$ 37,7 bilhões foram empréstimos para habitação, infraestrutura e saneamento básico. Os dados são da Caixa Econômica Federal.

Ainda de acordo com o banco, os programas sociais para habitação receberam empréstimos da ordem de R$ 31,7 bilhões, que foram utilizados para a compra, reforma, construção e urbanização de áreas ocupadas. A projeção é que dois milhões de pessoas foram beneficiadas somente neste setor.

Especificamente para o programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, foram aplicados R$ 19,5 bilhões, sendo que R$ 17,1 bilhões destinaram-se a famílias cuja renda era de até cinco salários mínimos. Este resultado foi maior do que o do ano passado em R$ 3,9 bilhões.

Leia também:  Seguro-Desemprego - Quem tem direito a receber




Comparando-se com 2010, os resultados do FGTS do ano passado foram 16,9% superiores, sendo que a arrecadação bruta em 2011 foi de R$ 72,2 bilhões, oferecendo arrecadação líquida recorde no valor de R$ 14,6 bilhões (22,7% a mais do que em 2010).

Os bons resultados do FGTS, de acordo com a Caixa Econômica Federal são devidos ao crescimento da renda nacional, ao aumento na geração de empregos e também à estabilidade da economia do país.

Por Matheus Camargo

Fonte: Caixa Econômica Federal