Inflação poderá continuar em queda em 2012



  

O presidente do Banco Central (BC) do Brasil, Alexandre Tombini, afirmou por meio de nota oficial que a inflação do país continuará recuando em 2012.

“A inflação ao consumidor vem passando por uma trajetória de queda constante”, essa afirmação de Tombini foi baseada na pesquisa divulgada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor que apontou que a inflação de 2011 encerrou o ano em 6,5%, isso depois de chegar a 7,3% no terceiro semestre. 

Alguns pontos foram apontados pelo presidente do Banco Central que contribuíram para essa queda, o mais importante foi a variação dos preços no atacado medida pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) que vem caindo a cada mês. O índice passou de 7,5% no terceiro trimestre para 5,1% até o final do ano. 





Ainda de acordo com Tombini, essas medidas acompanham a estratégia de política monetária que está sendo adotada pelo Banco Central. 

A inflação para famílias com renda de até seis salários mínimos também teve queda e fechou o ano em 6,08%, o resultado foi divulgado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O INPC é feito pelo IBGE e abrange todas as famílias com renda de até seis salários mínimos, cujo chefe da família seja assalariado.

Por Joyce Silva