Valor da cesta básica apresentou queda em São Paulo – Maio de 2011



O consumidor do município de São Paulo pode começar a comemorar, ao menos pelos próximos dias. Levantamento realizado pela parceria formada entre o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) e a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP) assinalou baixa de 0,31% na cesta básica da semana encerrada em 19 de maio.

O valor anterior (do dia 12 deste mês) recuou de R$ 319,75 para R$ 318,76. Das três categorias sondadas pelo estudo, apenas Higiene Pessoal teve variação acrescida em termos positivos, de 1,50%. Em Limpeza e Alimentação as taxas baixaram 0,99% e 0,41%, respectivamente.



Os produtos que mais subiram, de acordo com a pesquisa, foram extrato de tomate (embalagem de 340 a 350 gramas), alta de 4,12%; salsicha avulsa comercializada por quilo, 3,54%; alho (quilo), 2,96%; frango resfriado inteiro (quilo), 2,76% e papel higiênico fino branco (pacote de 04 unidades), 2,60%.

Leia também:  Previsão do Salário Mínimo 2018 sofre Redução

No sentido inverso, as quedas mais elevadas foram registradas na batata inglesa (quilo), cujo índice cedeu 12,10%; na margarina (pote de 250 gramas), -3,64%; na linguiça fresca (quilo), -2,35%; no arroz (pacote de 05 quilos), -1,82% e no sabão em pó (pacote de 01 quilo), -1,71%.

Na variação semanal, 17 dos 31 produtos examinados subiram de preços, outros 12 diminuíram e somente dois nutriram os mesmos valores.



Por Luiz Felipe T. Erdei