FGV – INCC apresentou alta em abril de 2011

  

  

Dias agitados permeiam os principais noticiários do país. Após o assunto da morte de Osama Bin Laden pelas tropas norte-americanas, um dos motes que mais aparece nos noticiários é o temor por uma possível volta da inflação, tanto que coube a Dilma Rousseff, presidenta do Brasil, e Alexandre Tombini, presidente do Banco Central (BC), intercederem oralmente.

Dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV) indicam desaceleração na taxa do Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) de 0,61% para 0,50% entre os meses de março e abril. Enquanto isso, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu de 0,71% para 0,95%, com destaque para a categoria Transportes.


Outro indicador salientado pela FGV na segunda-feira (9 de maio) foi o Índice Nacional de Custo da Construção Civil (INCC). No período, a taxa saltou de 0,43% para 1,06%, mas mesmo assim, apenas o item Mão de Obra teve índice em elevação, de 0,37% do mês antepassado para 1,74% no período seguinte. Exerceram sentido contrário os componentes Materiais & Equipamentos, com baixa de 0,52% para 0,46%, e Serviços, de 0,34% para 0,29%.

Por Luiz Felipe T. Erdei