Dia das Mães – Valores dos produtos em 2011



Estudo divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) indica aquilo que os consumidores não se lembram com exatidão: diferença de preços de produtos entre um ano e outro. Assim, o Dia das Mães promete ser rentável para praticamente todos os setores com produtos dedicados às genitoras, desde sapatos e vestuário a artigos do campo tecnológico.

A FGV anuncia que os 22 produtos relacionados no levantamento apresentaram avanço médio de preços de 5,93% entre os meses de maio do ano passado e abril de 2011, índice, portanto, abaixo da inflação acumulada do período, atualmente em 6,05%. Por tratar-se de uma média, obviamente parte dos produtos contraiu elevação de dois dígitos.

Leia também:  Previsão do Salário Mínimo 2018 sofre Redução


O maior aumento sentido ocorreu no item relógios, que de maio de 2010 para cá acumula alta de 12,20%. Em seguida, de acordo com a FGV, aparecem livros em geral, incremento de 6,81%, e cintos e bolsas, alta de 6,47%. Descreveram tendência oposta televisores, com taxa negativa de 11,68%, celulares, -9,53%, e máquina de lavar roupas, -4,33%.

O estudo também aponta aumento superior à inflação acumulada nos setores de serviços, como restaurante, cuja taxa ascendeu 9,94%, academia de ginástica, incremento de 9,35%, e passeios e férias, índice positivo de 8,37%.

Por Luiz Felipe T. Erdei