Contas de luz ficam mais caras em quatro distribuidoras



A população mundial com acesso a energia elétrica não valoriza um simples click no acender da luz, um chuveiro em funcionamento, horas a fio por meio de computadores. Esse fato só é considerado, na maioria das vezes, quando a conta de luz chega à residência ao final do mês ou quando o recurso é cortado (seja por falta de pagamento ou acontecimentos naturais).

Informativo divulgado na página virtual da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aponta que quatro distribuidoras de energia incrementarão os valores das contas por meio de um reajuste tarifário, já em conformidade ao calendário anual que leva em apreço a data de aniversário dos contratos de concessão anteriormente assinados.



A Caiuá Distribuidora S/A terá reajuste de 6,07%, em média, enquanto a Companhia Nacional de Energia Elétrica de 5,77%. Completam a lista a Empresa de Distribuição de Energia Vale Paranapanema S/A, cujo índice de alta será de 12,04%, e a Empresa Elétrica Bragantina S/A, de 4,68%.

Por Luiz Felipe T. Erdei