IPC varia 0,61% na 2ª quadrissemana de abril



  

Calculado para a faixa de renda familiar de um a 20 salários mínimos, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do município de São Paulo, examinado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), da 2ª quadrissemana de abril registrou variação de 0,61%, diferença positiva de 0,13% ante a taxa de 0,48% da 1ª quadrissemana.

No levantamento divulgado na terça-feira (19), a FIPE indicou aceleração em todas as sete categorias sondadas. O grupo com a maior elevação foi Vestuário, que passou de 0,29% negativo para 0,13% positivo. A segunda aceleração mais consistente partiu de Saúde, cuja taxa ascendeu de 0,51% para 0,82%.





De acordo com a fundação, a taxa descrita na categoria Alimentação subiu de 0,52% na 1ª prévia de abril para 0,71% agora. Despesas Pessoais descreveu progresso de 0,14% para 0,31% na mesma base comparativa, enquanto em Habitação o índice passou de 0,28% para 0,35%. Fecham o levantamento os grupos Educação, que saltou de 0,12% para 0,13%, e Transportes, cuja taxa progrediu para 1,41%, contra 1,40% de antes.

Leia também:  Salário Mínimo Regional São Paulo 2017

Por Luiz Felipe T. Erdei