Queda na Diferença do Piso Salarial de São Paulo para o de Outros Estados



  

O piso salarial de São Paulo é considerado um parâmetro válido para o resto do país. Essa máxima pode ter sido verdadeira por muito tempo, mas os indicadores do IBGE sinalizam que a situação tem mudado.

Um estudo do instituto aponta que a diferença existente entre o piso salarial paulista e o piso do restante do país têm decrescido, chegando ao ponto de já ter desaparecido, em algumas regiões e setores do Brasil.

Os dados indicaram que o rendimento médio do trabalhador brasileiro da região metropolitana de São Paulo apresentou uma redução significativa, se comparado ao rendimento de outras cinco capitais: Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife e Salvador (considerando suas respectivas regiões metropolitanas).

Leia também:  Valores do Seguro-Desemprego em 2017




O levantamento foi realizado com base em informações colhidas de 2003 a 2011. Para se ter uma ideia, no Rio de Janeiro, o valor do rendimento médio aumentou, atingindo o patamar de cerca R$ 1.682 no mês de fevereiro. Nesse período, o assalariado de São Paulo ficou com média de rendimento em torno de R$ 1.637, portanto, 45 reais a menos. Já em Porto Alegre, os proventos se equiparam ao dos paulistanos.

Esse movimento, segundo analistas, em parte é devido ao lento volume de crescimento da massa salarial do empregado paulistano. Por outro lado, também parece indicar uma expansão do crescimento no rendimento médio em outros centros do país, até então não considerados como referência.

Leia também:  Salário Mínimo Regional São Paulo 2017

Por Alberto Vicente