RF – Reajuste dos impostos sobre cerveja, água e refrigerante



  

A carga tributária brasileira é uma das mais elevadas do mundo. A população destina altos percentuais de seu salário apenas para o pagamento de impostos. Produtos estrangeiros são exemplo típico de taxas elevadíssimas, pois um iPad 1, no site Amazon.com, por exemplo, é ofertado por cerca de US$ 470 (aproximadamente R$ 780) numa das versões mais básicas, enquanto em e-commerces nacionais o mesmo equipamento pode ser adquirido por R$ 1.399,00.

Na terça-feira (22/03), Carlos Alberto Barreto, secretário da Receita Federal, apregoou o iniciou da correção dos tributos sobre água, cerveja e refrigerante, em outros termos bebidas frias. Adiantou ainda, que essas revisões terão por base o sistema de 2008.

Leia também:  Pagamento do PIS-PASEP - Nascidos em Março e Abril

Segundo Barreto, o sistema de elevação retornou após a crise financeira mundial do biênio 2008-2009, interrompido como maneira de o país conseguir superar o colapso com maior destreza. O secretário afiança que a Receita terminou os estudos em torno do assunto e que o reajuste depende de um decreto a ser assinado por Dilma Rousseff, presidente do Brasil, e Guido Mantega, ministro da Fazenda.




Os reajustes ocorrerão uma vez por ano daqui por diante.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Portal Brasil