Impostômetro – Arrecadação atingiu o valor de R$ 300 bilhões – Março de 2011



O número de impostos pelo país e os dados consequentes das altas arrecadações cada vez mais assustam os consumidores brasileiros. Estimativas apontam que o trabalhador destina 40% de sua remuneração anual para o pagamento de tributos.

O Impostômetro, instalado no centro da cidade de São Paulo, nutrido pelo Instituto de Planejamento Tributário (IBPT) e pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), atingiu o patamar de R$ 300 bilhões arrecadados em impostos municipais, estaduais e federais na segunda-feira (21/03).



Um dado nada interessante é que essa quantia, registrada quase às 13h do dia 21, atingiu o mesmo patamar no ano passado apenas no dia 29 de março. Em comunicado enviado à imprensa, a ACSP ressalta que desde o início dos registros por meio do Impostômetro, em abril de 2005, só ocorreram altas.

Leia também:  Pagamento do PIS-PASEP - Nascidos em Março e Abril

Com a possibilidade da volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CMPF), sob o nome de Contribuição Social para a Saúde (CSS), a arrecadação deve dar outra guinada. O consumidor deve ficar preparado.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Fonte: G1

Um comentário em “Impostômetro – Arrecadação atingiu o valor de R$ 300 bilhões – Março de 2011

  1. E como se não bastasse o pagamento de 40% de impostos, ainda paga-se saúde privada, educação privada, segurança privada, transporte de valor elevado, moradia, come-se, bebe-se e pagamos o aumento de salário de políticos. Brasil, Brasil, quando vais deixar de ser pacífico e mostrar a tua força!