Consultas de cheques e vendas a prazo – Queda na 1ª quinzena de março de 2011



  

O Carnaval deste ano ocorreu num momento propício em termos econômicos. Com o aquecimento da economia do país no ano passado, alguns dos bons índices se estenderam a 2011, próximo ao limiar entre as previsões de baixa do consumo da população e diminuição do ímpeto na procura por crédito.

Mesmo com os impostos e despesas de início de ano, tais como IPVA e gastos com materiais escolares, os dados em relação ao feriado prolongado, de Carnaval, devem ser consideravelmente positivos, sobretudo no segmento turístico.

Dados divulgados pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) indicam, entretanto, que as vendas realizadas a prazo na primeira quinzena de março no comércio da cidade de São Paulo baixaram 5,2% em relação ao período igual de um ano antes. Outro ponto passível de consideração foi o de menor índice (-9,8%) de consultas de cheques no Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), na mesma base comparativa anual.




A associação aprecia que essa baixa refletiu o menor número de dias úteis em março de 2011 contra o mês igual de 2010, pois o Carnaval de um ano atrás foi comemorado em fevereiro.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: G1