BC – Conta eletrônica poderá ser oferecida aos clientes – Benefícios



  

A bancarização do brasileiro tem estimulado as instituições bancárias a oferecem número ilimitado de serviços. A alta geração de empregos pelo país, o maior acesso ao crédito e a massa salarial em alta são apenas algumas constatações da nova configuração do Brasil, situação que também suscita investimentos de empresas, nacionais e estrangeiras.

Desde 1º de março (terça-feira), medida encabeçada pelo Conselho Monetário Nacional já vigora. Os consumidores que quiserem efetuar transições bancárias pela rede mundial de computadores terão conta especial, isenta de cobrança de tarifas desde que a movimentação se dê apenas pela world wide web, por celulares e por caixas eletrônicos.

Mesmo assim, cada banco pode decidir, ou não, se irá oferecer o serviço. Apesar dessa característica ‘sem taxas’, o Banco Central ressalta que uma única cobrança, de cadastro para novos clientes, poderá ser feita.

Leia também:  Como Pagar o INSS como Autônomo




Um pouco mais adiante, novas regras de tarifas sobre cartões de crédito beneficiarão as pessoas físicas. A partir de 1º de junho, contratos formalizados só poderão receber cinco tarifas concernentes à utilização de serviços do dinheiro de plástico (emissão de segunda via, anuidade, função saque, pagamento de contas e solicitação de apreciação emergencial do limite de crédito).

Em relação aos contratos efetivados até o último dia de maio, as regras também têm início a partir de junho, ou seja, até lá as atuais tarifas permanecem.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Banco Central