CPMF pode voltar, será?



  

Correm boatos pelos Palácios em Brasília sobre a volta da temida CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), o Governo alega que não existem indícios sobre sua recriação, mas há setores do Governo do PT que são a favor, inclusive em reunião ontem da Presidente Dilma Rousseff com os governadores do Nordeste, o governador da Bahia, Sr. Jacques Wagner (PT) declarou que os governadores nordestinos irão assumir sua posição a favor da criação do imposto.

Numa época onde a Presidente faz um clamor aos seus aliados para que se mantenha o salário mínimo de acordo com o proposto pelo governo (R$545,00), vem a notícia da criação deste imposto, num país onde a carga tributária já é absurda, consumindo meses de trabalho dos brasileiros apenas para o pagamento de impostos.





O governo diz que isso é apenas mentira, mas será que devemos acreditar no que este governo diz? Afinal de contas, como acreditar num governo que se julga do trabalhador, e mantém além de uma carga tributária absurda, um salário mínimo medíocre?

Por Henrique Pereira