Fecomercio aprova Valor do Novo Salário Mínimo 2011



  

O árduo debate sobre o reajuste do salário mínimo finalmente foi encerrado na última semana. Como já previam noticiários e parte dos economistas, o valor realmente ficou em R$ 545, em convergência, portanto, aos discursos de Guido Mantega, ministro da Fazenda, que ressaltou em várias ocasiões a impossibilidade de alta além desse patamar.

Horas após a decisão, cada ala especialista envolvida, direta e indiretamente, emitiu suas opiniões. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio), por exemplo, admitiu que o valor acordado é importante, pois será capaz de injetar, mensalmente, R$ 1,1 bilhão na economia e embora não seja capaz de cobrir o rombo na Previdência, estimula a movimentação financeira e, consequentemente, a arrecadação.

Leia também:  FGTS Inativo - Caixa pode Depositar Crédito Automaticamente nas Contas




Diferentemente da esfera pública, a iniciativa privada não sentirá com amplitude o aumento do mínimo, pois se abrangidos os 13 salários adjudicados anualmente (janeiro a dezembro mais o 13º salário) para aproximadamente 12 milhões de trabalhadores registrados em carteira, o valor transita na ordem de R$ 5,5 bilhões, ou seja, 0,65% de todo o consumo das famílias.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Um comentário em “Fecomercio aprova Valor do Novo Salário Mínimo 2011

  1. Olha!!
    ISSO TUDO que a gente vê acontecer na política brasileira é uma baita palhaçada, pra ingles(povo) ver.
    Não dá pra acreditar que uma CORJA que prometeu acabar com a pobresa, que fala em crescimento recorde, que não desmente que faturou 1 TRILHÂO em impostos em 2010(aumento de arrecadação de 260 % desde 2002)mas se nega a um aumento de 15 reais no SM, que diz que passou o SM de 100 dolares para 300 dolares em 8 anos(mas não diz que o dolar desvalorizou-se em mais de 40% nesse período e a inflação acumulada do perído é de 67 % e o chamado ganho real do SM foi de 53 %) , não da pra acreditar na HONESTIDADE desse tipo de pessoa; ou são LOUCOS(Burros) ou FALSOS(sem vergonhas que tão roubando). Num país onde o “govermelho” dita que a inflação é 6 %, mas o orgãos não governamentais, porem não mentirosos e nem sociocompanheiros, prova que o aumento dos itens que afetam realmente o bolso do povo é acima de 12%(alugueis, transportes, carne, combustiveis e SALARIO DOS MARAJÁS eleitos pelos verdadeiros TRABALHADORES, porém ignorantes e analfabeto-políticos, etc), onde esse govermelho só se manifesta contra ditadores(alguns pseudo-democráticos) depois que são derrubados, onde vai contra aquilo que diz, mesmo sendo falso(inflação de 6,5%, mas correção do ir de 4,5%) buscando sempre e cada vez mais sangrar através de imposto o bolso dos verdadeiros trabalhadores, onde a máquina política governamental corrompe ou compra aqueles eleitos pelo povo(falsários e interesseiros), só resta fazermos como na TUNÍSIA, EGITO, LIBIA, ETC.
    Vamos baixar o PAU nessessafados, vamos tira-los a TAPA do poder. Chega de ditadura disfarçada de democracia, pois o voto que os elegeu foi COMPRADO.
    Quem votou nesses caras, foi por IGNORANCIA ou INTERESSE!!!!