Empresas – Demanda por Crédito apresentou crescimento em janeiro de 2011



  

A economia brasileira deverá atravessar, nos próximos meses, um processo de estabilização de todo o conjunto de números alcançados em 2010. O atual ambiente, dizem especialistas, não será mais cercado pela expansão vivida após o país ter deixado a crise financeira de lado.

Segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito, o número de companhias que buscou crédito progrediu 0,6% no mês passado em comparação a dezembro de 2010. No confronto anual a alta foi um pouco mais saliente, de 0,9%, porém a mais baixa nessa relação em um semestre.

As recentes medidas adotadas pelo Banco Central (BC) no intuito de restringir o crédito para pessoas físicas e jurídicas – para tentar controlar a inflação – foram crucias, de acordo com economistas da Serasa, e incidiram na menor procura por crédito no comparativo anual.





As micro e pequenas empresas registraram índice de 0,8% na demanda por crédito em janeiro sobre dezembro, as médias, por sua vez, baixa de 1,7%, e as grandes empresas, na mesma tendência, recuo de 1,8%.

Na base comparativa entre janeiro de 2010, a taxa constatada também foi positiva para as micro e pequenas empresas, com alta de 1,1%, mas nas médias e grandes companhias houve arrefecimento respectivo de 2,6% e 0,3%.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Serasa Experian